Os equipamentos de informática ajudaram a amenizar a queda da produção industrial no Brasil em novembro de 2010, segundo dados divulgados nesta quarta-feira, 05, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No geral, a produção industrial brasileira registrou ligeira queda de 0,1% na comparação de novembro com outubro do ano passado, puxada principalmente pela retração de 2,1% do setor de alimentos.

O recuo só não foi maior devido ao bom desempenho do setor de máquinas para escritório e equipamentos de informática, que registrou crescimento de 9,3% na produção.

Na comparação de novembro de 2010 com igual mês de 2009, a produção industrial avançou 5,3%.

As atividades fabris do setor de máquinas para escritório e equipamentos de informática e de material eletrônico e aparelhos de comunicações registraram altas de 14,93% e 11,97%, respectivamente.

No acumulado de janeiro a novembro do ano passado, a produção industrial do país teve expansão de 11,1% em relação ao mesmo período de 2009.

Na mesma base de comparação, o setor de máquinas para escritório e equipamentos de informática foi um dos destaques, com aumento de 13,18%. O segmento de material eletrônico e aparelhos de comunicações, por sua vez, teve variação positiva de 5%.