Três presos no caso DCS/SLM/Banrisul

03/09/2010 17:39

Nesta sexta-feira, 03, a Justiça decretou a prisão preventiva dos três suspeitos detidos na quinta, 02, pela força-tarefa da Polícia Federal que investiga supostas fraudes no departamento de marketing do Banrisul, envolvendo as agências DCS e SLM.

Foram presos o superintendente de Marketing do banco, Walney Fehlberg; o representante da agência de publicidade SLM, Gilson Stork, e o diretor da DCS, Armando D'Elía Neto.

Tamanho da fonte: -A+A

Nesta sexta-feira, 03, a Justiça decretou a prisão preventiva dos três suspeitos detidos na quinta, 02, pela força-tarefa da Polícia Federal que investiga supostas fraudes no departamento de marketing do Banrisul, envolvendo as agências DCS e SLM.

Foram presos o superintendente de Marketing do banco, Walney Fehlberg; o representante da agência de publicidade SLM, Gilson Stork, e o diretor da DCS, Armando D'Elía Neto.

A força-tarefa, que conta com participação do Ministério Público e Ministério Público de Contas, executou na quinta 11 mandados de busca e apreensão, tanto nas agências, quanto no banco e nas residências dos envolvidos.

A suposta fraude envolveria superfaturamento de alguns projetos de marketing, somando um total de R$ 10 milhões desviados.

Em nota divulgada nesta sexta, a DCS afirmou que está "colabarando ativamente na execução da medida judicial, fornecendo todos os documentos solicitados e prestando as informações necessárias". A nota também "reafirma categoricamente" a "legalidade e a lisura de todos os contratos firmados com seus clientes".

Confira a íntegra do comunicado:

“Nota da DCS à imprensa

Surpreendida pela Operação realizada pela Polícia Federal nesta quinta-feira, dia 2 de setembro, na sua sede, e que envolve um de seus funcionários, a DCS informa que colabarando ativamente na execução da medida judicial, fornecendo todos os documentos solicitados e prestando as informações necessárias. Os advogados da empresa ainda não tiveram acesso integral aos autos do inquérito que corre em segredo de Justiça, não podendo, até o momento, prestar maiores esclarecimentos.

Atuando há 25 anos no mercado, a DCS reafirma categoricamente a legalidade e a lisura de todos os contratos firmados com seus clientes e é a mais interessada na elucidação dos fatos. Para isto está à disposição das autoridades para prestar todos os esclarecimentos necessários.

Porto Alegre, 03 de setembro 2010
Diretoria da DCS"

Veja também

PF: suposta fraude no marketing do Banrisul

Uma força-tarefa da Polícia Federal, Ministério Público e Ministério Público de Contas investiga uma suposta fraude na área de Marketing do Banrisul. Conforme denunciado por uma testemunha, teria havido superfaturamento em alguns projetos, envolvendo as agências de publicidade DCS e SLM.

Nesta quinta-feira, 02, a PF executou 11 mandados de busca e apreensão, tanto nas agências, quanto no departamento de marketing do banco e nas residências de envolvidos.

NeoGrid contrata DCS
A NeoGrid, empresa catarinense especializada em soluções e consultoria em Supply & Demand Chain, vai integrar a carteira de clientes da agência gaúcha DCS.

Segundo Carlos Arizi, diretor da DCS em Santa Catarina, a agência já estuda o desenvolvimento das ações de comunicação 2010 para a Neogrid. 

Dentre seus mais de 350 clientes estão empresas como Ambev, Basf, Sadia, Pepsico, Carrefour, Wal-Mart, entre outros.
DCS é nova agência da Eliane
A DCS acaba de assumir o marketing da Eliane Revestimentos Cerâmicos. O cliente será atendido pela unidade catarinense da agência, aberta há um ano e nove meses. O contrato inclui campanhas de marketing tradicional e digital.      

Ao todo, são nove clientes atendidos pela DCS Florianópolis, que opera integrada à sede da DCS em Porto Alegre, onde atuam mais de 100 publicitários.