A multinacional britânica de auditoria e consultoria em negócios Ernst & Young vai unir suas operações no país com a Terco, quinta maior empresa nacional de auditoria, a partir do dia 1º de outubro.

 
Segundo um comunicado enviado a funcionários dos dois grupos ao qual a revista Exame teve acesso, a fusão criará a consultoria líder no país no mercado de IPOs, com 3.500 funcionários e presença em 11 cidades brasileiras.
 
As empresas não revelaram o valor da transação.
 
Troca troca
Desde 2004, a Terco, fundada há 28 anos em São Paulo, representa no Brasil o grupo americano Grant Thornton, um dos seis maiores em auditoria do mundo. Em comunicado, o presidente da Grant Thornton International, Ed Nusbaum, lamentou a decisão de venda da operação brasileira para a Ernst & Young.
 
Segundo o executivo, a companhia já iniciou negociações com outras companhias locais para restabelecer a atuação no Brasil.