O ex-CEO do Google Eric Schmidt declarou que o investimento de US$ 12,5 bilhões que a empresa pagará pela Motorola mirava em mais do que patentes.

“Fizemos por mais do que apenas patentes. A Motorola tem produtos maravilhosos”, declarou.

As patentes, é claro, cumprem um papel importante, relembra Schmidt. São 17 mil registros que ajudarão o Google a proteger a plataforma operacional móvel Android.

Eles foram citados como o motivo principal para a aquisição.

O histórico entre Android e Motorola, no entanto, remonta a produtos premiados – como o Droid, eleito como o gadget do ano pela revista Time em 2009 – e outros modelos de ponta, como o tablet Xoom.

Com a tecnologia Motorola no portfólio, o Google pode enfrentar melhor, segundo especialistas, a concorrência da Apple, que adota um modelo verticalizado na mobilidade, desenvolvendo hardware e software e mantendo os aplicativos de terceiros sob seu controle.

As informações foram publicadas pela agência Bloomberg. Leia a matéria (em inglês) nos links relacionados abaixo.