VTEX compra WX7 e quer liderar e-commerce

30/03/2011 15:28

A VTEX acaba de comprar a WX7, especializada em gestão de projetos, por R$ 5 milhões.

Com a compra, a companhia fortalece o portfólio de soluções de comércio eletrônico, dando gás à estratégia de se tornar a maior empresa do ramo na América Latina.

Tamanho da fonte: -A+A

A VTEX acaba de comprar a WX7, especializada em gestão de projetos, por R$ 5 milhões.

Com a compra, a companhia fortalece o portfólio de soluções de comércio eletrônico, dando gás à estratégia de se tornar a maior empresa do ramo na América Latina.

“O objetivo é unir tecnologia de ponta em soluções para e-commerce com capacidade de entrega e atendimento, trazendo projetos 360º para os varejistas de todos os portes”, afirma Mariano De Faria, vice - presidente da VTEX.

Conforme o executivo, o desafio será prover uma solução “world class” a preços acessíveis a todos os tamanhos de varejistas, em um modelo de atualização de versão a cada 60 dias.

“Este é o nosso compromisso público”, garante o executivo.

Pela iniciativa, os sócios da WX7, Alexandre Soncini e Rafael Forte, passam a atuar respectivamente na diretoria de Vendas e Marketing e de Serviços da VTEX, empresa da qual se tornam também sócios minoritários.

Com a aquisição, a VTEX passa a contar com 80 funcionários. Além disso, a WX7 migra seu ambiente para o novo escritório da compradora, em São Paulo.

A equipe técnica será absorvida pela matriz da VTEX, no Rio de Janeiro.

Para Mariano, este pode ser o início de um movimento de amadurecimento e consolidação do setor de fornecedores do comércio eletrônico.

“O mercado de comércio eletrônico vai crescer estavelmente a taxas superiores a 40% ao ano nos próximos anos. Para acompanhar a demanda é natural a consolidação do mercado fornecedor”, finaliza ele.

A VTEX é especializada em aplicativos para e-commerce e, segundo Mariano, foi a pioneira em comercializar, no Brasil, software como serviço (SaaS).

A carteira de clientes da empresa traz nomes como Walmart, Petrobrás, Nokia, Bradesco, Polishop,  entre outros.

Já o portfólio da companhia traz soluções como VTEX Commerce Suite, VTEX CRM Suite, VTEX Convertion Marketing (trigger para recuperação de vendas) e VTEX Express Checkout.

A WX7 desenvolve plataformas de loja virtual customizadas e atende a empresas de pequeno, médio e grande porte, entre as quais Peg & Faça, Sparco, Forma Turismo e Danone.
 

Veja também

E-commerce lidera reclamações da Proteste

O ranking de queixas da associação de consumidores Proteste de 2010 foi liderado pelo e-commerce.

Segundo dados da entidade, foram registradas 5.474 reclamações contra sites de comércio eletrônico no ano passado, mais que as relacionadas a cartão de crédito (1.729), telefonia móvel (1.571) e Internet banda larga (1.051).

Epson estreia e-commerce no Brasil

A Epson, unidade do grupo japonês Seiko-Epson Corporation especializada em produtos de imagem como impressoras, projetores e módulos LCD para PDAs e telefonia celular, entre outros, acaba de aderir ao comércio eletrônico no Brasil.

Conforme Sérgio Villa, gerente de Marketing da Epson Brasil, a meta é atender a consumidores localizados em áreas onde a rede de distribuição da companhia não alcança.

Medley adota e-commerce da Entire TP

A Medley Indústria Farmacêutica, empresa do Grupo Sanofi – Aventis, adotou o e-Trade, da Entire TP.

Com a plataforma, a meta é aprimorar a integração com a equipe de vendas por meio da automação das operações com pedidos feitos pelos distribuidores à fabricante, além de realizar a transmissão de informações via internet.

Ponto Frio: e-commerce no celular

Sony Ericsson e Venturus desenvolveram, em parceria, uma aplicação para celular que permite aos consumidores ter acesso aos recursos da loja virtual da Ponto Frio em smartphones.

O aplicativo gratuito roda em aparelhos com a plataforma Android, e permite comprar na loja Pontofrio.com.

Assim como no site, o cliente poderá fazer pesquisas, listar ofertas e acessar detalhes sobre produtos. Além disso, será possível compartilhar descobertas de ofertas via Facebook e Twitter.

Fitta e Marsam lançam e-commerce de ouro

O Grupo Fitta, franchising de agências de câmbio; e o Grupo Marsam, especializado na comercialização de ouro; lançam o Riserva D’Oro, site que irá comercializar barras de ouro de 05, 10, 20 e 50 gramas.

Conforme o presidente do Grupo Fitta, André Nunes, o serviço é inédito no Brasil. Já o diretor do Grupo Marsam, José Inácio C. Franco, acrescenta que a meta é democratizar o acesso ao ouro para pequenos e médios investidores.

Recurso no IE9 pode prejudicar e-commerce

O Internet Explorer 9 virá com o recurso de “proteção contra rastreamento”, para impedir que sites de terceiros rastreiam os internautas. A novidade pode prejudicar o comércio eletrônico.

Para usar o novo recurso do IE9, o usuário terá de ativá-lo e informar uma lista de sites para bloquear. Qualquer um – pessoas, empresas e grupos de proteção ao consumidor – poderá manter essas listas, e o usuário poderá incluir tantas listas quanto desejar.

E-commerce da Sephora no Brasil será Vtex

A Sephora, líder mundial em vendas de cosméticos e perfumes pela Internet, terá a versão brasileira do seu site desenvolvida pela Vtex, empresa de tecnologia especializada em aplicativos online para e-commerce e CRM.

Grupo Linx compra CustomBS

O Grupo Linx, sediado em São Paulo, anunciou a compra da gaúcha CustomBS, especializada em soluções para o varejo, nesta terça-feira, 29.

Os valores não foram revelados. O atual diretor geral da CustomBS,  Luís Gustavo Masiero, assumirá a direção da nova filial, que tem 50 clientes incluindo nomes como Lojas Lebes, Ughini e Obino.

eBay compra CSI Commerce por US$ 2,4 bi

O eBay, site de leilões pela Internet, acaba de comprar a CSI Commerce, fabricante de plataforma de comércio eletrônico e de serviços de marketing interativo, por US$ 2,4 bilhões.

O pagamento equivale a um prêmio de 51% sobre o valor das ações da CSI no encerramento do pregão da sexta-feira, 25, na Nasdaq – o equivalente a US$ 29,25 por ação diluída.

Polycom compra Accordent por US$ 50 mi

A Polycom, especializada em soluções de comunicações unificadas (UC), acaba de comprar a Accordent Technologies, fornecedoras de ferramentas de gerenciamento de conteúdo e transmissão de vídeo, por aproximadamente US$ 50 milhões à vista.

De acordo com avaliação da empresa analista de mercado Wainhouse Research, a compra amplia o mercado total da Polycom em US$ 500 milhões.

Zero9/Neomobile compra Onebip, de m-payment

A Zero9/Neomobile, grupo italiano de mobile media, adquiriu a Onebip, empresa também italiana especializada em soluções de mobile payment para publicadores de jogos online, redes sociais e e-commerce em geral.

Conforme dados próprios, a Zero9/Neomobile – resultado de uma fusão concluída há cerca de dois meses - é um dos três maiores players de mobile commerce da Europa.

Com a nova compra, o grupo também prevê a expansão dos negócios no Brasil.

E-consumers: 61% já usaram compra coletiva

As compras coletivas alcançam hoje 61% dos consumidores virtuais brasileiros. É o que informa a 23ª edição do relatório WebShoppers, realizado pela e-bit com o apoio da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico.
 
A pesquisa teve como objetivo analisar de que forma os sites de compras coletivas e clubes de compras se posicionam no mercado.

Foram entrevistadas 4.536 pessoas e avaliados os critérios de compra e satisfação do consumidor.