Seara, Vivo, Adidas e Itaú foram as marcas mais populares entre os twitteiros do Brasil durante a Copa do Mundo.

É o que aponta a análise A Copa das Marcas, realizada pela Predicta – consultoria especializada no comportamento do consumidor nos meios digitais.

Foram analisados aproximadamente 300 mil tweets ao longo de um mês.

“O grande aprendizado que tiramos desse estudo é que, cada vez mais, as organizações precisam estar atentas à importância do crossmedia”, afirma André Freitas, Diretor de Novos Negócios da Predicta.

O executivo aponta que na análise foi possível perceber que as campanhas de TV das marcas eram constantemente comentadas pelos tuiteiros, assim como anúncios na mídia impressa.

Um exemplo de crossmedia percebido ao longo da Copa foi o caso do Extra, onde o presidente Abílio Diniz usou o Twitter para dar seu parecer sobre a publicação equivocada de um anuncio publicitário da marca na mídia impressa.

A marca rapidamente percebeu a quantidade de pessoas que comentaram sobre o assunto na internet, e agiu rapidamente para que sua credibilidade não fosse ferida, esclarecendo o ocorrido no mesmo dia.

Outra percepção obtida com o estudo foi em relação aos tweets durante os intervalos dos jogos da Seleção Brasileira. As menções sobre as marcas nesses períodos foram maiores que durante a partida.

O levantamento apontou ainda as marcas “mais amadas” pelos twitteiros. Na ordem Adidas, Visa, Coca-Cola, Sony, Brahma, McDonald’s, Pepsi, Seara, Volkswagen e, por fim, Itaú.