Tamanho da fonte: -A+A

Estudo da consultoria Deloitte aponta o Facebook como solução para os problemas da Europa.

Segundo o documento, o Facebook contribuiu com mais de US$ 3,4 bilhões no PIB do Reino Unido, e com mais de US$ 19,7 bilhões em toda a União Europeia.

De acordo com a rede social, ao menos 7,5 mil empregos são gerados apenas pelas transações que envolvem o desenvolvimento de apps para o Facebook, a chamada 'app economy'.

“Aumentar o tráfego de mídias sociais significa desenvolvimento e mais empregos”, reforça a COO do Facebook, Sheryl Sandberg, durante a conferência DLD, na Alemanha.

Sheryl ressalta que o crescimento econômico alavancado pelas mídias sociais não vai acontecer sozinho, e que é preciso que se invista em educação, treinamento e tecnologia - e o Facebook já está em parceria com o governo britânico para oferecer treinamento especializado para jovens interessados em trabalhar em empresas digitais, criativas ou de alta tecnologia.

Na tentativa de incentivar ainda mais o setor, a rede social oferecerá US$ 6,5 milhões em créditos em anúncios na rede social para auxiliar cerca de 50 mil pequenas empresas em toda a União Europeia.

Oficialmente, o Facebook possui atualmente cerca de 600 empregados na Europa, entre editores de programas, desenvolvimento de internet ou profissionais de marketing e comunicação.

Acesse o relatório da Deloitte (em inglês) nos links relacionados abaixo.