Tamanho da fonte: -A+A

O acordo para manter o Google como buscador padrão do navegador de internet Firefox renderá à fundação Mozilla US$ 300 milhões por ano.

A entidade que desenvolve e mantém o browser tem no acordo, segundo o site AllThingsD, uma fatia relevante da sua receita. Em 2012, 84% do que a empresa teve de ganhos veio do Google.

O valor total foi de US$ 123 milhões.

Segundo o AllThingsD, o maior competidor do Google na licitação foi o Bing, mecanismo de busca da Microsoft, que possui atualmente 15% do mercado nos Estados Unidos.

O Google certamente pagou mais do que gostaria para ser o motor de busca padrão do Firefox, que possui uma parcela de mercado relevante entre os buscadores do mundo – cerca de 25%, de acordo com a StatCounter, avalia o IDG Now.

Ironicamente, browser da Mozilla continua a perder usuários, muitos desses migrando para o próprio Chrome, navegador da Google.

Leia a matéria completa do IDG Now nos links relacionados abaixo.