A versão completa do projeto Redenção.cc foi publicada nesta semana. A partir de agora, os usuários poderão publicar conteúdo diretamente na plataforma.

Criado dentro da Unisinos como um projeto-piloto de resgate histórico e cultural, além de fórum de discussão sobre lugares públicos, o Redenção.cc foi batizado de Wikiparque

O objetivo é criar um conjunto de ferramentas que pode ser utilizado para discutir a história, a realidade e o futuro de territórios específicos – nesse caso, do Parque da Redenção (ou Parque Farroupilha), em Porto Alegre.

No site, 21 pontos do Parque Farroupilha são mapeados geograficamente. O projeto conta com  fotos panorâmicas geradas para ilustrar cada um dos pontos, além de vídeos com sobrevoos em diferentes locais e integração com as redes sociais.

Com a versão completa, os internautas poderão colaborar com conteúdo, inserindo arquivos diretamente no site.

As ações do Redenção.cc não se limitam ao universo on-line. Segundo o site JU, da Unisinos, todos os domingos são realizadas ações na Redenção, que incluem oficinas temáticas, ação com crianças, gravação de depoimentos de frequentadores, além de shows.

A primeira ação se deu após o primeiro turno das eleições, com um mutirão de limpeza do parque do qual participaram 300 voluntários, reunidos pelo movimento.