O site de compras coletivas Oferta Única quer dobrar de tamanho em 2011, e o fermento serão R$ 5 milhões de investimentos iniciais programados para o início do ano.

As metas são expandir a base de colaboradores, de 120 para 340, e triplicar o número de localidades – de 30, para ao menos 90.

Além de recursos humanos, os aportes serão destinados a marketing, promoção e tecnologia. Uma ampla campanha publicitária está prevista para o primeiro semestre, com lançamento ainda em março em rede nacional.

Segundo o CEO do site,  Antonio Mouallem, “ 2011 é o ano de consolidação do  segmento de compras coletivas pela internet”.

“O site tem a expectativa de atingir 18% de participação de mercado este ano”, conta.

No ano passado, de acordo com estudos de Oferta Única, o setor alcançou R$ 160 milhões em receitas, desde o lançamento do primeiro site, o Peixe Urbano, em março. Atualmente, cinco grandes empresas, centralizam a maioria dos negócios.

Estima-se que o faturamento do segmento alcance mais de R$ 1 bilhão em 2011, o que representará 6% do total de R$ 15 bilhões do setor de comércio eletrônico brasileiro, de acordo com dados da empresa E-Bit.

“A concorrência tende a ficar mais acirrada, por isso vamos aperfeiçoar nossas estratégias, só as empresas mais estruturadas devem se destacar”, enfatiza.

Hoje com sete meses de operação, o Oferta Única tem mais de 1 mil estabelecimentos parceiros, 1,5 milhão de clientes inscritos e R$ 40 milhões em quase 620 mil compras realizadas.

De acordo com levantamento feio pelo site Bolsa de Ofertas, o Brasil tem mais de 1 mil sites de compras coletivas, sendo os cinco maiores, em audiência, os sites Groupon, Peixe Urbano, ClickOn, Qpechincha e Desejo Mania.

No ranking de 14 de março de 2011 do Bolsa de Ofertas, o último disponível até a publicação dessa matéria, o Oferta Única está em sétimo colocado.