O Gmail sofreu uma falha que tirou do ar o serviço gratuito de e-mail do Google para 10% dos assinantes, cerca de 35 milhões de pessoas.

O problema foi majoriatariamente concentrado nos Estados Unidos, começando logo após o meio dia e durando cerca de duas horas, relata o site ZDNet.

A primeira estimativa do Google foi de que apenas 2% dos usuários tinham sido afetados, número que no final do dia a empresa subiu para 10%.

Mensagens que chegaram durante o período de pane podem chegar com atraso, afirma o Google, assegurando que as correspondências eletrônicas serão entregues.

Pelo número de contas afetadas, a falha pode ser a maior já registrada pelo serviço.

Em termos de gravidade, no entanto, não compete com um problema no sistema de armazenagem registrado em março de 2011 que apagou 150 mil contas de e-mail.

O conteúdo só pode ser restaurado com o uso de fitas de backup, um formato usado desde os anos 50s que chegaram a ter sua morte decretada por especialistas.