O IAB Brasil tem críticas ao Manual de Preços e Serviços Digitais elaborado pela Associação Paulista das Agências Digitais (Apadi) divulgado na semana passada.

De acordo com matéria do site Meio e Mensagem, o IAB acredita que o manual “não deve servir de referência às médias e grandes agências que trabalham com serviços digitais e tende a nivelar por baixo um mercado que persegue a consolidação”.

Para a IAB, ao invés de trabalhar com preços fixos por tipo de trabalho – confira a tabela completa na lista e no link relacionado abaixo – a Apadi deveria ter precificado os serviços com base nos critérios hora/homem especificada por tipo de trabalho nas frentes de planejamento, criação, mídia e desenvolvimento, na senioridade dos profissionais e formas de contratação.

Confira a polêmica na íntegra pelo link relacionado abaixo.

Tabela da Apadi

Website: R$ 20 mil
Hotsite: R$ 15 mil
Landing page: R$ 5 mil
Análise de presença em redes sociais (diagnóstico):  R$ 7 mil.
Planejamento de presença em redes sociais: R$ 8 mil
Seleção de conteúdo para publicação: R$ 1,5 mil/mês
Produção de conteúdo não-especializado (2 posts por semana): R$ 2,5 mil/mês
Produção de conteúdo especializado :R$ 500
Seeding em redes sociais: R$ 3 mil/mês
Gestão de presença em mídias sociais: R$ 8 mil.
Campanha de links patrocinados: R$ 2 mil
Gestão de campanha de links: R$ 2 mil ou 15% da verba
Planejamento de SEO: R$ 2 mil
Gestão de SEO: R$ 1 mil
Produção de Newsletter: R$ 3 mil
Criação de peça de e-mail marketing: R$ 1,5 mil
Planejamento de Advergames  R$ 10 mil
Game Online Standard  R$ 8 mil
Móbile R$ 25 mil.
Social Game R$ 30 mil