http://www.flickr.com/photos/fotosdoacre/4577974105/

O acesso à internet, presente em somente 27% dos lares brasileiros, pode quase triplicar ao longo dos próximos quatro anos, segundo o Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br).

Matéria da Folha de S. Paulo dessa sexta-feira, 14, com base em dados da entidade, indica que atualmente, 4,5 milhões de domicílios têm computadores sem acesso à rede.

O número de internautas, considerando locais públicos de acesso, ultrapassa 73 milhões de pessoas.

“Parte do crescimento de usuários residenciais pode vir da criação de uma 'cesta básica da internet', que é o mínimo de conexão para o brasileiro médio”, diz Demi Getschko, conselheiro do CGI.br.

Caso as medidas não tenham sucesso, o mínimo de expansão projetado pelo CGI é de 52% até 2015.

Na avaliação de Getschko, apesar de criticado por propor internet a velocidades relativamente superadas atualmente (1 megabit por segundo por R$ 35), o PNBL (Plano Nacional de Banda Larga) pode suprir parte dessa demanda por conexão básica.

Leia a matéria completa da Folha de S. Paulo (para assinantes) nos links relacionados abaixo.