Divulgação

A compra pelo Facebook na última segunda-feira, 09, consolidou o Instagram como um case de sucesso entre as startups.

Segundo os cofundadores Kevin Systrom, dos Estados Unidos, e Mike Krieger, do Brasil, a história pode se resumir a alguns pontos chave, exibidos por Krieger em uma apresentação no evento Tech Talk, realizado nessa quarta-feira, 11, nos Estados Unidos.

Numa conversa bastante focada em engenharia, o brasileiro explicou como funcionou o Instagram até aqui, mantendo o uso por mais de 30 milhões de pessoas e trafegando imagens com estabilidade.

"Apesar de nunca darmos uma baleiada como o Twitter, no início tivemos toneladas de erros 400", relatou Krieger.

Na opinião do empresário, qualquer dono de startup tem que abraçar a própria causa, e não contar com a ajuda de terceiros, para alavancar o negócio.

"Você deve, no entanto, ser aberto a conselhos de outras pessoas, que geralmente serão de grande ajuda", acrescenta.

Para quem trabalha na área de mobilidade, apesar do sucesso que se pode ter com o iPhone, Krieger destacou que escalar para Android foi fundamental para manter o Instagram a alcance do usuário, e para manter uma boa experiência com a plafatorma, pelas características técnicas do sistema.

Abaixo, você confere os slide da apresentação.

Mike Krieger, Instagram at the Airbnb tech talk, on Scaling Instagram