O Wal-Mart e o Facebook anunciaram nesta terça-feira,11, uma parceria que vai levar os descontos e anúncios de novos produtos da rede varejista para o site de relacionamentos.

Batizado de My Local Wal-Mart, a página estará ativa para 3,5 mil lojas da rede.

Fãs do Wal-Mart no Facebook que se inscreverem para a nova página receberão cerca de duas mensagens por semana a partir de sua loja local, segundo a empresa.

Fazendo social para competir
A novidade faz parte da estratégia da empresa de intensificar investimentos em comércio eletrônico e em redes sociais, numa tentativa de enfrentar a concorrência de varejistas online, liderados pela Amazon.com.

Com receita de US$ 421,8 bilhões no último ano fiscal, o Wal-Mart conta com 2,1 milhão de empregados, o que faz dele um dos maiores empregadores do mundo.

Além disso, a rede conta com 8,5 mil lojas em 15 países, inclusive no Brasil – com as marcas Walmart, BIG, Nacional e Hiper Bompreço.

Inicialmente lançada nos Estados Unidos, o My Local Wal-Mart não tem data de lançamento entre os brasileiros.

Em junho, o site da rede no país passou a disponibilizar o Clube Walmart, um aplicativo sob o conceito de clube de compras que promete descontos superiores a 20% em produtos votados pelos internautas.

No país, no entanto, o foco tem sido diferente.

Lei do menor preço
Uma pesquisa do Instituto Datafolha realizada em 165 hipermercados de 17 capitais do país, com 300 dos produtos mais vendidos no varejo, aponta que em 85% das lojas o Walmart Brasil (Walmart, BIG, Nacional e Hiper Bompreço) tem o menor preço.

No Sul, o índice chega a 89% das lojas.

A estratégia que aposta na competição direta: basta comprovar no caixa de qualquer hipermercado da rede que há produto por menor preço na concorrência para receber desconto imediatamente.

Outra rede da WalMart, embora não compreendida na pesquisa do Datafolha, é o Nacional, que atua com a campanha Dia D Pagar Menos. Ativa desde 2006, a estratégia prevê a oferta diária de produtos com desconto em todas as linhas.

No geral, a WalMart prevê crescer 60% no Brasil em 2011.