Tamanho da fonte: -A+A

A polícia metropolitana de Londres comunicou nesta terça-feira, 07, a prisão do fundador do site WikiLeaks, Julian Assange, na capital Inglesa.

Assange foi preso com base em uma ordem de prisão emitida na Suécia, onde ele é suspeito de estupro.

Segundo o jornal Estado de S. Paulo, Assange teria cometidos os crimes pelos quais é acusado em agosto deste ano, em Estocolmo e Enkoping, 80 quilômetros a noroeste da capital sueca.

O australiano, de 39 anos, cujo site recentemente causou constrangimento aos EUA por divulgar mais de 250 mil documentos diplomáticos sigilosos, nega as acusações de crime sexual.

Um advogado de Assange havia dito na segunda-feira que ele e seu cliente estavam em negociações para que ele se apresentasse à polícia britânica. De acordo com o comunicado da Polícia Metropolitana, Assange deve comparecer ao tribunal de magistrados de Westminster ainda nesta terça-feira.

A prisão se deu às 7h30min, horário de Brasília.

Conforme a agência Reuters, a Justiça britânica negou o pedido de fiança de Assange.

O WikiLeaks, que despertou a fúria de Washington com suas publicações, prometeu continuar com a divulgação dos 250 mil documentos secretos obtidos.