Quem quiser, pode esperar o iPad na internet

Quem quiser fazer fila para o iPad sem sair de casa também pode.

A rede de lojas Fast Shop venderá o tablet da Apple na virade de quinta para sexta-feira, 02, pela internet.

Eventos especiais estão programados nas redes varejistas que comercializarão o aparelho – no caso da Fast, a festa será em São Paulo, com DJ e convidados à 0h de sexta.

Em Porto Alegre, lojas da Fnac (Barra Shopping) e iPlace (Iguatemi) também deverão abrir as portas à meia-noite, aguardando os early adopters mais ansiosos para por as mãos no gadget anunciado no início do ano.

Além do site, a Fast também oferecerá o aparelho pelo sistema de televendas (número 3003-3278, acesse o endereço do site nos links relacionados abaixo).

Na sexta-feira, os aparelhos começam a ser vendidos normalmente nas 62 lojas da rede Fast Shop. No estado, as unidades estão em Porto Alegre (Shopping Barra Sul e nos Bourbons Ipiranga e Country).

As condições de pagamento vão até 10 parcelas iguais. Não foram informados prazos de entrega especiais para o aparelho.

O aparelho, que estará disponível nas versões Wi-Fi e Wi-Fi+3G a partir de R$ 1.649 à vista, com evento oficial; o aparelho também poderá ser adquirido em todo o país no mesmo horário através do site fastshop.com.br e pelo sistema de televendas.

Drible nas operadoras
Equipado com a tecnologia 3G, o iPad é o primeiro aparelho da Apple passível de venda via operadoras que não chegará pelas teles no Brasil. Vivo, Claro e TIM afirmam que estão em negociações, mas não dão nenhuma estimativa de data para início das vendas do aparelhos em suas lojas.

A Oi já anunciou que terá um plano exclusivo para o tablet, mas também não forneceu detalhes e datas.

Nas operadoras, o portátil pode ganhar subsídio em função do plano contratado – geralmente por 12 meses – para uso de dados da tecnologia 3G no modelo, já que o iPad não serve como celular, ao contrário do seu arquirrival, o Samsung Galaxy TAB, já à venda no Brasil pela Vivo, Claro e TIM.