Com receita de US$ 36,3 bilhões, a indústria de processadores para PCs cresceu 26,7% em 2010, na comparação com o ano anterior.

Em volume de unidades vendidas, reporta a IDC, o avanço sobre 2009 foi de 17,1%.

Segundo a consultoria, um dos destaques foram as vendas de processadores para PCs portáteis, cujo volume saltou 26,2%. O resultado elevou a representatividade dos laptops e netbooks sobre o total para 54,1% no ano passado, contra parcela de 50,2% de 2009.

A comercialização unitária de processadores x86 para servidores registrou alta de 28,1%.

Vendas de processadores para desktops apurou aumento de 6,2% na comparação do ano passado com 2009.

Em 2010, a Intel manteve seu domínio nesta indústria, respondendo por 80,7% de todos os processadores vendido, ganho de 1,1% ante 2009. A AMD, por sua vez, recuou 1,1%, fechando o ano passado com participação de 19%.