A quarta edição do estudo “A Década do Universo Digital – Você está preparado?”, encomendado pela EMC à IDC, indica que o volume de informação digital gerado no mundo aumentou 62% em 2009, em comparação a 2008, chegando a 800 bilhões de gigabytes. Já em 2010, este valor deverá chear a 1.2 Zettabytes (um trilhão de gigas).

O número estimado para este ano corresponde à informação digital produzida por cada homem, mulher e criança do mundo twittando continuamente durante 100 anos, segundo a pesquisa.

Mais: o valor também é correspondente a 75 bilhões de Apple iPads de 16 GB totalmente carregados, ou a 707 trilhões de cópias (mais de 2 mil páginas cada) do U. S. Patient Protection and Affordable Care Act, documentos que, empilhados, iriam da Terra a Plutão e de volta 16 vezes ou cobririam cada polegada dos Estados Unidos com papel em uma profundidade de 91,44 cm.
 
Além disso, conforme o estudo o número de arquivos, imagens, registros e de outros modos de se armazenar informação digital crescerá 67 vezes este ano.

Em contrapartida, o número de profissionais de TI tende a aumentar globalmente apenas 1,4 vez, o que levará os CIOs a buscarem novos recursos para controle da guarda e migração de dados.

Isso, aliado ao fato de que a informação digital criada hoje excede em 35% a capacidade de armazenamento existente, número que deverá saltar para mais de 60% nos próximos sete anos, irá fomentar, segundo a IDC, o mercado de computação em nuvem privada.
 
Um terço de toda a informação digital na nuvem
A partir desta previsão, o estudo aponta que o volume de informação digital criado anualmente crescerá 44 vezes de 2009 a 2020, ano em que um terço de toda a informação digital produzida anualmente residirá na nuvem ou passará por ela.
 
Com base na utilização de serviços de cloud computing pelas empresas para reduzir a verba de TI dedicada à manutenção de sistemas legados, a IDC estima que o aumento dos investimentos voltados a isso poderá gerar mais de US$ 1 trilhão de expansão de receita dos negócios entre agora e o fim de 2014.

Mais segurança
Além disso, segundo a IDC, em 2020 o percentual de informação digital com necessidade de proteção além dos níveis básicos crescerá de 30% para 50%.
 
 “Mais de 70% do Universo Digital é gerado por indivíduos, mas cabe às empresas armazenar, proteger e gerenciar 80% dele. Esta responsabilidade corporativa aumentará à medida que as tecnologias de Web 2.0 e as redes sociais continuarem invadindo as organizações”, afirma o estudo.