A Geradora Aluguel de Máquinas, locadora paulista de equipamentos que divulga ser uma das 100 maiores de seu setor no mundo, investiu cerca de R$ 550 mil em uma plataforma centralizada de infraestrutura de TI da Wyse Technology.

O projeto contempla a substituição de 450 desktops convencionais por thin clients da Wyse Technology nas oito unidades da locadora no país, além de consolidação de servidores, storage e serviços de consultoria.

O projeto foi desenhado pela equipe de TI da própria Geradora. Do total de thins, 280 já foram instalados em 12 unidades.

As máquinas são do modelo S10, que consome no máximo 6,6 watts de energia quando ligado a um teclado, mouse PS/2 e monitor.

Até o primeiro semestre de 2012, as outras seis unidades da empresa migrarão para o ambiente de thin computing.

“Antes da implantação, a Geradora possuía um parque computacional defasado, composto por desktops antigos e heterogêneos, que apresentavam problemas constantes de hardware e de desempenho”, conta Felipe Gustavo Costa Reis, coordenador de TI da locadora.

Segundo ele, isso trazia altos custos com suporte técnico e manutenção, baixa produtividade da equipe, longos períodos de paralisação do parque, alta incidência de reparações e elevado consumo de energia elétrica, além da dificuldade de padronização.

Outros problemas eram o curto tempo de vida útil dos equipamentos convencionais – quatro anos, no máximo -, necessidade de fazer backup dos arquivos locais e falta de segurança da informação.

Com a adoção dos thin clients, Reis destaca benefícios como redução no número de chamados de incidentes, maior controle sobre a entrada e saída de informações, padronização do parque, redução dos custos com manutenção e tempo de parada, economia de energia e melhor gestão de licenças de software (atualizações).

“Além disso, os equipamentos da Wyse têm vida útil longa, entre oito e dez anos”, destaca o gestor de TI.

A locadora comprou os thins da Wyse por meio da CNT Brasil, distribuidora de soluções de cloud computing e virtualização que é responsável pela distribuição dos equipamentos da marca a revendas de todo o Brasil.

No caso da Geradora, a revenda foi a LCS, que tem atuação em São Paulo, Ribeirão Preto, Campinas, Goiânia, Belo Horizonte e Curitiba.

Sediada em Salvador, a Geradora conta com um mais de dez mil equipamentos para locação, como geradores de energia, torres de iluminação, compressores de ar, plataformas aéreas, manipuladores telescópicos e ferramentas leves diversas.

A companhia emprega mais de 800 colaboradores, distribuídos na matriz e filiais na Bahia, Amazonas, Roraima, Pará, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Pernambucano, Sergipe, Minas Gerais, Goiás, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal.