Divulgação, gibsonsgolfer/Flickr

Tamanho da fonte: -A+A

O negócio de terminais de pontos de venda da IBM vai para as mãos da Toshiba.

A negociação, no valor de US$ 842,7 milhões, dará à asiática a produção de equipamentos como caixas registradoras e dispositivos relacionados. A Toshiba TEC, fabricante de equipamentos e sistemas de automação para o varejo, anunciou a aquisição.

A expectativa é de que a transação seja concluída entre o fim do segundo trimestre e o início do terceiro trimestre.
 
A divisão da IBM adquirida pela Toshiba TEC apurou uma receita de cerca de US$ 1,15 bilhão em 2011 e conta atualmente com 1 mil funcionários em todo o mundo.
 
Conforme reportagem do jornal japonês Nikkei, a IBM lidera o mercado desses terminais, com 22% de participação e clientes como Wal-Mart e Toys "R" Us.
 
Como parte da negociação, as duas companhias vão firmar um acordo de período indefinido no qual a Toshiba TEC se tornará uma das principais parceiras da IBM no segmento de Smarter Commerce. 
 
A parceria vai permitir a integração das tecnologias dessas empresas em ofertas no segmento do varejo multicanal.
 
O acordo estabelece ainda a criação de uma companhia no Japão.
 
Nessa estrutura, a Toshiba TEC deterá 80,1% de participação. Para garantir um processo equilibrado de transferência das operações, a IBM ficará com os 19,9% restantes, informou a Toshiba TEC, que não descartou a chance de a nova operação se tornar uma de suas subsidiárias.
 
Em 2005, a IBM vendeu sua divisão de PCs por US$ 1,25 bilhão para a Lenovo.
 
A venda para a Toshiba dá mais um indicativo do foco da Big Blue em desenvolvimento de software de serviços e computação aplicada, guinada iniciada em 2004, para manter o crescimento.
 
Hoje, os softwares representam a divisão mais importante e o maior motor de crescimento da IBM, e inclui programas de análise de dados, que ajudam a prever e combater o crime, até programas que administram infraestrutura.