Tamanho da fonte: -A+A

Quase 60% da capacidade produtiva de painéis sensíveis ao toque é ocupada pela Apple.

Segundo informações do site asiático DigiTimes, a meta de 40 milhões de iPads da empresa de Steve Jobs em 2011 está encolhendo a disponibilidade de suprimentos para a concorrência, que aumentou significativamente no início deste ano, com lançamentos da Motorola, HP e Dell.

Fabricantes como Wintek e TPK, grandes players do segmento, estão sob “controle da Apple”, diz o site, e os fabricantes de segunda linha não têm como dar conta da demanda restante.

Resta para Samsung Electronics, Acer e HP apelar para fabricantes menores, como Sintek Photronic, Egalax-empia Technology (EETI), AimCore Technology e J Touch, cita o DigiTimes.

As fontes do site acrescentam que, com a ocupação da capacidade produtiva, a Apple não só mira no seu crescimento próprio, como também na redução do avanço da concorrência.

Projeções da consultoria IHS iSuppli indicam que o mercado de talbets crescerá mais de 12 vezes nos próximos anos, chegando a 242,3 milhões de unidades nas mãos dos consumidores em 2015.

Em 2010, foram embarcadas 19,7 milhões de tablets no mundo todo. A Apple, com seu iPad, sustentará a posição de liderança absoluta do mercado até 2012, diz a IHS iSuppli.

Segundo estudo da Strategy Analytics, no entanto, o sistema operacional Android tem mordido a participação da Apple. No último trimestre de 2010, a plataforma Google conquistou uma fatia de 22% – uma dentada de 20% no mercado do iPad, que registrou 75% no período.

No terceiro trimestre de 2010, aponta a pesquisa, a Apple tinha 95% da fatia de mercado.

Leia a matéria completa do DigiTimes (em inglês) nos links relacionados abaixo.