Init, a primeira do Brasil com Citrix HDX Ready

17/01/2011 11:41

A Init acaba de se tornar a primeira fabricante brasileira de thin clients a conquistar a certificação HDX Ready (High Definition user Experience), da Citrix.

Tamanho da fonte: -A+A

A Init acaba de se tornar a primeira fabricante brasileira de thin clients a conquistar a certificação HDX Ready (High Definition user Experience), da Citrix.

“Para os usuários, a certificação garante área de trabalho virtualizada de alta-definição, com baixo consumo de banda”, explica Caio Siracusa, diretor executivo da Init. “Com ela, há recursos multimídia, voz e vídeo em tempo real, otimização de desempenho de rede e segurança de acesso via SmartCard”, completa.

A Init já conta com outro certificado do programa Citrix Ready, que homologa os parceiros em quesitos como compatibilidade e garantia de desempenho em relação aos thins ZenApp e Zen Desktop.

Conforme Siracusa, o primeiro produto certificado HDX Ready da Citrix foi o Init i35, thin client que conta com processador VIA C7 1GHz, rede gigabit, duas portas seriais, uma paralela, expansão PCI e opcionais rede wireless e SmartCard.

“O equipamento permite virtualização, registra baixo consumo de energia e maior vida útil do que os equipamentos similares”, destaca o diretor.

A máquina, segundo ele, oferece economia em atualizações, upgrades, administração e suporte, além de ter menor tempo de boot em relação a concorrentes.

Com cerca de 130 mil equipamentos instalados em mais de 10 anos de atuação, a INIT possui fábrica em Manaus e Santa Rita do Sapucai.

A companhia desenvolve thin clients com tecnologia própria, 100% nacional, e conta com 500 revendas credenciadas.

De acordo com Siracusa, a empresa detém 40% do mercado corporativo de thins, além de liderar o segmento de thin computing no país.

Os produtos da empresa utilizam componentes de fabricantes como AMD, Via e Intel.

Além da Citrix, a Init conta com certificações de outras empresas e órgãos, como CE, FCC, Rohs, UL e Inmetro.

Veja também

INIT: R$ 3 milhões em reposicionamento

A fabricante de thin clients INIT está investindo cerca de R$ 3 milhões para reposicionar-se no mercado. A estratégia envolve mudanças internas, marketing e novos produtos para o varejo.

Como resultado das ações, a empresa espera crescer 30%, em 2010,  fechando o ano com 20 mil unidades vendias e faturamento de R$ 15 milhões. Em 2011, o crescimento esperado é de 40%.

Citrix compra Netviewer e mira SaaS na Europa

A Citrix anunciou nesta terça-feira, 21, a compra da Netviewer, empresa alemã de SaaS.

A meta é complementar a divisão Citrix Online, que conta com soluções como GoToMeeting, para web conferência; GoToWebinar, para realização de webinars; e GoToTraining, para treinamentos online; e com a compra vai agregar novas ferramentas focadas em trabalho colaborativo à distância.

Globo.com investe R$ 1 mi em Citrix OpenCloud

A Globo.com, braço tecnológico das Organizações Globo, investiu R$ 1 milhão em um projeto de cloud computing. A empresa adotou a plataforma Citrix OpenCloud.

O projeto foi iniciado há dois anos, com o mapeamento dos processos e fluxos de trabalho, mas a migração começou há seis meses. Conforme Marco Sinhoreli, responsável da Globo.com pelo projeto, foram consolidados 100 servidores físicos em duas caixas de servidores blade.

Receita da Citrix cresce 18% e vai a US$ 472 mi

A Citrix Systems anuncia os resultados financeiros do terceiro trimestre, finalizado em 30 de setembro de 2010. No período, a companhia registrou receita de US$ 472 milhões, um crescimento de 18% comparado com os US$ 401 milhões atingidos no 3T09.