O modelo N9 da Nokia, primeiro e único aparelho da marca com o sistema operacional MeeGo, está em pré-venda no Brasil por R$ 1.699.

Visto por analistas como condenado à obscuridade, o aparelho roda a plataforma abandonada pela finlandesa por ocasião do acordo com a Microsoft, anunciado em fevereiro desse ano.

Em até 10 vezes sem juros, o smartphone chega ao Brasil na versão de 16GB, disponível em três cores (rosa, preto e azul) e pode ser reservado em qualquer loja física da Nokia ou pela loja online. A previsão de entrega do produto é de 30 dias.

Ele tem tela frontal de 3,9’’, inteiramente sensível ao toque, e é feito de policarbonato, a partir de uma única peça (sem emendas).

Além disso, graças ao MeeGo, o Nokia N9 oferece uma interface de usuário inovadora, com o intuitivo gesto chamado “swipe”. Basta arrastar o dedo pela tela do produto para alternar entre as três páginas iniciais – eventos, menu ou aplicativos abertos.

Completam as características câmera de 8 megapixels, captura de vídeo em HD, tecnologia NFC, para compartilhamento de imagens e vídeos com apenas um toque.

O modelo ainda inclui o Nokia Mapas com navegação orientada por voz e acesso à loja de aplicativos.

Considerada uma arma fundamental para a Nokia na briga contra o iPhone, da Apple, e os aparelhos com o Android, do Google, a MeeGo mesclou duas plataformas: Maemo e Moblin, respectivamente da própria Nokia e da Intel, ambas baseadas em Linux.

No meio do ano passado, a Nokia anunciou que utilizaria o MeeGo nos celulares da linha N-series, sendo o N8 o último da linha equipado com o Symbian. Os planos para criação do MeeGo foram anunciados há exatamente um ano, em fevereiro de 2010.

Com o acordo com a MS, no entanto, o Windows será a nova plataforma dos celulares Nokia, que deve, aos poucos, esfriar até o clássico Symbian em seus aparelhos.

Veja, abaixo, um vídeo com a interface do sistema operacional MeeGo, no N9.