A Intel divulgou ao mercado que vai “desacelerar seus negócios de TV digital”.

Conforme o porta-voz da empresa, Claudine Mangano, os engenheiros hoje dedicados à esta área serão realocados para os segmentos de tablets, ultrabooks e smartphones.

A Intel também vai focar redes de entrega de conteúdo baseadas em IP, que têm semelhanças entre tablets e TVs, segundo o executivo.

Com o movimento, o objetivo da fabricante de processadores é garantir que tenha seus “melhores profissionais focados nos principais negócios", de acordo com Mangano.

Atualmente, usam chips Intel para TV digital marcas como Sony, Revue Logitech, Comcast e Boxee.

Outro projeto da Intel nesta área é o Widget Channel, plataforma que combinaria TV e Internet. Anunciado em parceria com o Yahoo! em 2008, o projeto ainda está em andamento.

Segundo o porta-voz da companhia, a meta não é abandonar por completo as iniciativas ligadas à TV digital – no Brasil, por exemplo, a empresa segue associada ao Fórum do Sistema Brasileiro de TV Digital (SBTVD).

Porém, os investimentos tendem a se destinar cada vez mais à transmissão de conteúdo televisivo via IP e ao uso múltiplas telas.