A Intel pretende embarcar seus processadores em 75 modelos diferentes de ultrabooks em 2012.

Todos os equipamentos estão hoje em fase de desenvolvimento, com previsão de chegada ao mercado no segundo semestre desse ano.

Outra novidade revelada pela companhia é a redução do preço dos computadores de US$ 799 para US$ 699, nos Estados Unidos. A questão é que a promessa por trás dos ultrabooks era a de um hardware mais acessível financeiramente, algo que ainda não se concretizou.

Mesmo assim, o valor ainda é menor do que o cobrado pelo rival Macbook Air, da Apple, encontrado por US$ 999 no mercado norte-americano.

Além de ultrabooks tradicionais, empresas parceiras como Dell, Asus, HP, LG, Acer e Samsung estudam lançar equipamentos diferenciados, com telas sensíveis ao toque e totalmente prontos para o sistema operacional Windows 8, da Microsoft.