Tamanho da fonte: -A+A

A Stefanini IT Solutions implementou no Sicoob - Sistema de Cooperativas de Crédito do Brasil uma solução de verificação automática da qualidade da imagem de cheques.

A ferramenta, implementada por meio da unidade Stefanini Document Solutions no Bancoob, operação bancária da rede cooperativada, permite hoje o processamento de cerca de 1 milhão de cheques em dias de pico. 

O gerente de Sistemas de Informação do Sicoob, Edson Rodrigues Lisboa Junior, explica que, com a solução, para cada cheque depositado na boca do caixa ou nos terminais de autoatendimento, um scanner gera um arquivo digital que é disponibilizado para a consulta das instituições financeiras envolvidas na transação.

“Desde maio, o sistema bancário nacional passou a usar, por determinação do Banco Central, a imagem dos cheques como elemento básico nas compensações bancárias, num processo chamado Compe por Imagem que elimina o trânsito de cheques em papel entre as instituições”, detalha Lisboa Junior.

Conforme o gerente, a instituição decidiu pela solução por facilitar a captura das imagens nas pontas (agências/cooperativas), tudo com base em um ambiente mainframe ZLinux.

"Isso nos poupa tempo e garante o funcionamento de toda a rotina de análise da qualidade de imagem padrão estabelecida pela Febraban e BC”, garante o executivo.

A Stefanini Document Solutions é especializada no desenvolvimento de engines para processamento de imagem, extração e verificação de informações sobre imagens de documentos.

Conforme Lisboa Jr., uma das únicas fornecedoras que atendeu aos rígidos critérios estabelecidos pelo Bancoob, como funcionamento em multiplataformas, processamento de mais de 55 imagens por segundo e integração rápida com as soluções desenvolvidas pela TI do próprio Sicoob.

“Ser capaz de realizar validações da imagem e ser um engine (motor), e não uma solução com um motor de terceiro, também contou na escolha”, comenta o gerente de Sistemas.

Poupa e protege
Já Ricardo Antonio de Souza Batista, diretor de TI do Sicoob, destaca mais resultados já obtidos com a solução.

"O novo processo traz segurança e economia, pois reduz fraudes e elimina custos com malotes, transportes e manutenção dos centros de compensação", afirma ele. "O principal reflexo da iniciativa é a eliminação de etapas burocráticas e a consequente redução no tempo que o cheque leva para ser creditado”, finaliza.

Investimentos em alta

O contrato com a Stefanini é mais uma ação do planejamento estratégico, orçamentário e operacional do Sicoob, que já incluiu também investimentos em infraestrutura, como a compra de computadores com alto poder de processamento e segurança, novos discos de armazenamento e softwares diversos.

Outro investimento recente foi em uma solução da Riverbed, implementada pela gaúcha TechChannel, para aceleração de rede WAN.

Com a ferramenta, a instituição reduziu em 77% o tráfego da rede WAN, além de aumentar em cinco vezes a velocidade dos links.

A entidade comprou, ainda, scanners para serem instalados em todos os pontos de atendimento.

“O maior investimento, no entanto, foi a compra do Mainframe zEnterprise, que é especial para processamento de grande volume de dados e componente principal de toda nossa infraestrutura”, comenta Batista.

O sistema, segundo ele, é acionado de forma contínua pelo aplicativo de compensação e responsável pelo processamento, gerenciamento e distribuição das transações em todo o ambiente de TI.

Grandão
Conforme o diretor Operacional do Bancoob, Ênio Meinen, o Sicoob é o maior sistema cooperativo do Brasil e uma das seis instituições com maior movimento na Compe.

A rede é formada por 14 cooperativas centrais, além de filiadas, somando 1,8 mil pontos de atendimento no país, o que abrange cerca de 1,9 milhão de associados.

As cooperativas organizadas pelo Sicoob formam, segundo dados divulgados pela própria instituição, a sexta maior rede operando no país, atrás somente de nomes como Banco do Brasil, Itaú e CEF, e à frente do HSBC.