Em tese, Toughbook aguenta até carinho de tigre

A Panasonic lança nesta terça-feira, 07, sua operação de computadores móveis robustecidos Toughbook no Brasil.

Voltado para suportar situações extremas, o portátil aguenta solavancos, colisões, quedas de até 1,80 metro, chuva, pressão, poeira e oscilações de temperatura.

O investimento inicial da empresa será focado na formação de uma estrutura de vendas, constituída por um distribuidor especializado, revendas de valor agregado e integradores de soluções, bem como um sólido suporte pós venda com assistência técnica on-site.

A linha Toughbook representa cerca de 70% do market share no segmento de computadores robustecidos nos Estados Unidos, onde fatura cerca de US$ 800 milhões ao ano.

Há cerca de sete anos os produtos da linha Toughbook estão presentes no Brasil, por meio de vendas realizadas pelos canais internacionais.

A Panasonic estima que existam aproximadamente 5 mil unidades em uso no Brasil.

A expectativa é de um crescimento significativo nas vendas, chegando a mesma representatividade que o segmento possui no mercado americano. Para isso, a Panasonic vai focar formação de uma rede de distribuição, na parceria com integradores locais e na abertura da estrutura comercial no país.

A Panasonic mantém operações do Toughbook nos Estados Unidos, Canadá, Europa e Ásia. No início deste ano, a linha foi lançada no México.

Depois do Brasil, o próximo passo será ingressar nos demais países da América Latina.

Computadores portáteis totalmente desenvolvidos nas instalações da Panasonic, os Toughbooks custam de R$ 10 mil a R$ 25 mil.