A Tecnoworld, fornecedora brasileira de terminais thin clients,  acaba de fornecer em torno de 500 equipamentos para a Prefeitura de Campinas, em São Paulo, a fim de atualizar seu parque tecnológico.

O modelo de thin client escolhido foi o WinLight com sistema operacional Linux. O valor do contrato foi de cerca de R$ 690 mil e atendeu a Secretarias de Saúde do município, informatizando as Unidades Básicas de Saúde.

Os thin clients são conhecidos por terminais sem processamento local, nos quais os aplicativos e softwares ficam centralizados apenas nos servidores e não nas estações de trabalho.

Estes equipamentos prometem consumo de até 40% menos de energia elétrica que um desktop, com tempo de vida útil três vezes maior que um computador convencional.