O número de queixas de consumidores à Anatel, relativos a problemas da Telefônica, caiu 66% entre os meses de março e dezembro de 2009. 

A informação foi divulgada pelo presidente da Telefônica, Antonio Valente.

Ainda segundo o executivo, em março do ano passado, os call centers da Telefônica receberam 6,6 milhões de chamadas. Em dezembro, o número caiu para 3,3 milhões. 

Valente atribui a diminuição de reclamações às melhorias feitas na rede de telefonia e banda larga e a modificação nos padrões de atendimento em sua rede de call centers.

Para tanto, a empresa investiu R$ 750 milhões ao longo de 2009.