A Microsoft anunciou nesta terça-feira, 11, que planeja lançar uma versão online de seu software de vendas e marketing em 2007, para enfrentar rivais como a Salesforce, Oracle e SAP. De acordo com a multinacional, inicialmente o serviço será dirigido a pequenas empresas.

"O serviço que está por estrear dará à Microsoft uma posição inicial em uma das partes mais dinâmicas do mercado de software de relacionamento com clientes, ou CRM, que movimenta US$ 11 bilhões ao ano", diz o analista da AMR Research, Rob Bois. "Todos estão observando a MS para descobrir como ela pretende competir nesse nicho emergente. A decisão é uma afirmação de que estão falando sério, e que não se contentarão em simplesmente competir com base no modelo cliente-servidor", complementa o especialista.

A nova oferta é também parte de uma campanha mais ampla da gigante norte-americana para ampliar sua participação no mercado de serviços via Internet, caracterizada pela estratégia já iniciada de enfrentar Google e Yahoo por meio da iniciativa "Live!", que engloba o Windows Live e o Office Live. O próximo passo, segundo anúncio da prórpria MS, será o lançamento do Dynamics CRM Live, que deve sair do forno no segundo trimestre de 2007, nos Estados Unidos. O serviço será oferecido no modelo de assinatura mensal.

Enquanto isso na União Européia...
E ao passo que faz lançamentos, a Microsoft também enfrenta problemas. A Comissão Européia (órgão executivo da União Européia) vai condenar nesta quarta-feira, 12, a multinacional a pagar uma multa que pode superar os 350 milhões de euros (US$ 446 milhões). Motivo: a empresa não cedeu a seus competidores a informação necessária para trabalhar com o sistema operacional Windows. Será a primeira punição de uma companhia por não respeitar uma decisão anterior. Em março de 2004, a Comissão já tinha multado a gigante de software em 497,2 milhões de euros (US$ 633 milhões) por abuso de posição dominante.