A Imagem, paulista especializada em Sistemas de Informações Geográficas, deu início a um projeto para o governo da Bahia com o objetivo de atualizar toda a base cartográfica do estado por meio de imagens de satélite.

Com a conclusão do projeto, prevista para o início de 2010, a Bahia será o primeiro estado brasileiro a contar com uma base cartográfica atualizada e com cobertura para todo o território.

O projeto, no valor de R$ 4,7 milhões e que abrange a produção de imagens de satélite com 2,5 metros de resolução de todo o estado, teve início em dezembro de 2008, após a Imagem vencer a licitação da  Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia.

A nova cartografia baiana contará com mais de três mil folhas topográficas na escalas de 1:25.000 para as regiões Oeste, Extremo Sul e Litoral do estado, e na escala de 1:50.000 para o Semiárido.

A cartografia usada hoje foi feita nas décadas de 50 a 70 e conta com apenas 227 folhas topográficas, elaboradas na escala de 1:100.00.

Segundo Marcos Covre, diretor da Imagem, as imagens serão usadas futuramente na elaboração do mapeamento sistemático e temático do estado. “Estas imagens, correspondentes ao recobrimento completo da Bahia, deverão ser entregues ao final do projeto com correção geométrica, fusionadas, equalizadas e recortadas segundo as áreas das folhas  do Sistema Cartográfico Nacional – SCN ” explica.

O projeto deve proporcionar diversos benefícios para a gestão pública da Bahia, como por exemplo o melhor planejamento territorial da Bahia e a observação de diversos fenômenos socioeconômicos e ambientais.

“A nova base cartográfsca vai ajudar, por exemplo, na proteção de áreas de conservação, possibilitando demarcar áreas indígenas, fiscalizar parques naturais e detalhar áreas de zoneamento rurais e florestais. Outra função será a identificação de pontos para geração de energia e gerenciamento de bacias hidrográficas, além de definir áreas para facilitar a construção de rodovias, entre outras aplicações”, destaca Covre.

A Imagem é sediada em São José dos Campos e vende seus produtos e serviços para empresas públicas e privadas de segmentos como telecomunicações, energia, saneamento, petróleo e gás, agricultura e defesa. Alguns dos clientes são Citrovita, Eletropaulo, Embrapa, Governo de Goiás, Oi, Prefeitura de Recife e Petrobrás, entre outros.