Marcos Arruda, fundador da Moneto. Foto: Divulgação.

A Accesstage, integradora de soluções e serviços para a gestão de pagamentos e transferência eletrônica de informações financeiras, acaba de investir R$ 2 milhões na fintech Moneto.

A Moneto automatiza o processo de cobranças via recebimento de pagamentos online, com o objetivo de agilizar o recebimento financeiro das vendas pelo autônomo. 

“Identificamos sinergia entre ambas as empresas, o que foi um dos pilares para a concretização da parceria. Entre os pontos de sinergia, a Accesstage irá transferir tecnologia de processamento de transações eletrônicas para o Moneto, elevando sua capacidade operacional, tornando o negócio muito mais robusto e preparado para o crescimento”, explica Celso Sato, presidente da Accesstage.

A startup quer atingir empreendedores do setor de vendas diretas, que movimentou R$ 45,2 bilhões no país em 2017, de acordo com a Associação Brasileira das Empresas de Vendas Diretas. 

O foco são os mais de 4,1 milhões de trabalhadores independentes, que atuam como revendedores de produtos de saúde, beleza, utilidades domésticas, vestuário, alimentos, joalheria, entre muitos outros. 

“Vimos a dificuldade de profissionais de revenda em efetuar recebimentos. Normalmente eles só recebem cheque ou dinheiro. Isso acaba saindo caro e complicado em questão de logística. Por outro lado, os pagadores não têm a comodidade de fazer o pagamento com cartão ou outros meios eletrônicos. Normalmente têm de se deslocar até o banco para tirar dinheiro, por exemplo”, explica Marcos Arruda, fundador da Moneto.

Lançada em 2016, a Moneto foi uma das startups residente no Campus do Google em São Paulo em 2017. 

A empresa faturou R$ 300 mil no ano passado e espera fechar 2018 com R$ 2 milhões.

Em 2017, a Moneto registrou mais de 30 mil revendedores cadastrados em sua ferramenta com a inclusão de quatro parceiros de vendas direta: Adlux (empresa de cosméticos profissionais), Evomel (produtos naturais), Skillus (joias folheadas) e Ustrike (nanotecnologia). 

Em 2018, a empresa negocia com outras 20 parceiras e busca um aumento de mais de 400% de sua base de clientes.