Todo o material está sendo doado à Secretaria Municipal de Saúde de Bento Gonçalves. Foto: divulgação.

O Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) e a vinícola Casa Valduga estão  transformando cerca de 47 mil litros de vinho em álcool líquido 70% para prevenção ao coronavírus.

Segundo a instituição, o vinho utilizado vem da Vinícola-Escola, parte do campus IFRS da cidade serrana de Bento Gonçalves, e foi considerado inapto para consumo e comercialização.

Com o material, o processo de destilação está sendo realizado pela Casa Valduga e a produção deve chegar a 7 mil litros de álcool.

Também participam da ação as empresas Newsul S.A., de embalagens e componentes, Zegla, indústria de máquinas para bebidas, Gráfica São Roque Etiquetas Adesivas e Vinícola Aurora.

Todo o material está sendo doado à Secretaria Municipal de Saúde de Bento Gonçalves, que sinalizou o álcool líquido 70% como a demanda mais imediata.

A prefeitura tinha um estoque de álcool para quatro meses, mas utilizou quase tudo em duas semanas.

“O álcool líquido é fundamental para desinfecção, mas, devido à situação do país, novos pedidos de compra do material não têm previsão de entrega”, conta Morgana Calza, coordenadora do almoxarifado da Secretaria Municipal de Saúde de Bento Gonçalves.

O produto será utilizado para higienizar superfícies e materiais nas 30 unidades de saúde do município e na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), além de ambulâncias e automóveis utilizados para transportar equipes de servidores da saúde pública.

Antes da doação, o IFRS buscou permissão judicial para que o vinho pudesse ser utilizado para a produção de álcool 70%, solicitando a autorização à Justiça Federal e ao Ministério Público Federal.

Considerando que a medida visa contribuir para a proteção da população e evitar a propagação do novo coronavírus, ambos manifestaram-se favoravelmente.

A cidade, com cerca de 96 mil habitantes, tem nove casos confirmados de coronavírus. Dois estão na UTI em estado grave, um internado em leito de isolamento e outros seis em isolamento domiciliar, além de 18 casos suspeitos.