ENERGIA

Matrix gere venda com Paradigma

31/03/2014 14:22

Plataforma será usada nos setores de mercado, compra e venda, contabilização e financeiro.

Empresa usará o sistema para gestão do portfólio de contratos. Foto: flickr.com/photos/picturewendy.

Tamanho da fonte: -A+A

A Matrix Comercializadora de Energia adquiriu a solução WBC Energy da Paradigma Business Solutions para gerir o portfólio de contratos para compra e venda do seu produto. A plataforma fará a integração da gestão nos setores de mercado, compra e venda, contabilização e financeiro.

“A plataforma WBC Energy está preparada para apoiar a Matrix, permitindo à companhia levar inovações ao mercado, atendendo 100% das necessidades de um comercializador de energia”, afirma Marcelo Villa Nova, diretor da Unidade de Negócios para Utilities, Finanças e Mercado de Capitais da Paradigma. 

A Matrix se associou recentemente à Dufenergy, subsidiária da Duferco e trading de aço, para atuar no mercado de comercialização livre de energia. 

Localizada em Florianópolis, a Paradigma exporta para três continentes e tem uma unidade também em São Paulo. 

A empresa tem projetos importantes como o da Bolsa Brasileira de Mercadorias (BBM) e o Tesouro Direto da BM&FBovespa. 

Entre seus clientes, estão também AES Eletropaulo, Bradesco, Caixa, Correios, Dell, Petrobras, Samsung e Vale.

Assim, registrou uma receita de R$ 12 milhões em 2012, apresentando um crescimento de 140% em quatro anos. 

Veja também

COMPRAS COM ECONOMIA
Celesc compra e vende com Paradigma

Plataforma de negociações eletrônicas gere leilões, contratos, medição e certificação digital de acordos.

R$ 12 MILHÕES EM 2012
Paradigma cresce 140% em quatro anos

Catarinense quer crescer 25% em 2013 e, em cinco anos, faturar R$ 50 milhões só com o portal Clickbusiness.

IMPLANTAÇÃO
Certel digitaliza com Acesso Digital

Rede com 70 lojas implementou a solução de digitalização de documentos para a área de recursos humanos.

TENSÃO
Setor elétrico sob ataque

Trend Micro identificou um malware que está sequestrando ao menos 425 computadores do país.

GUAÍBA
Engebasa: R$ 76 mi em fábrica de torres eólicas

Ao todo, a iniciativa irá gerar 230 empregos diretos e mais de 85 indiretos.

ZONA AZUL
Digicon: Santo André tem parquímetros solares

Cidade do ABC paulista está implantando 59 equipamentos para gerenciar 4 mil vagas.