Brasileiros investem mais em inovação. Foto: flickr.com/photos/bartb_pt

Tamanho da fonte: -A+A

O Brasil conquistou duas novas posições no ranking mundial de investimentos em pesquisa e desenvolvimento (P&D) elaborado pela consultoria americana Booz & Company. A gaúcha Gerdau e a a estatal paranaense Copel agora integram a lista.

Nas últimas duas edições do levantamento, o país era representado pelas empresas Petrobras, Vale, CPFL Energia, Totvs e Embraer.

Conforme informações do Valor, o levantamento é realizado desde 2005 e leva em consideração as mil maiores empresas de capital aberto do mundo.

Com o resultado das companhias brasileiras, o país somou US$ 3,7 bilhões em gastos globais com P&D, um aumento de US$ 1,6 bilhão na comparação com o estudo de 2010. A parcela, que foi de 0,39% em 2010, ficou em 0,63% em 2011.

Das empresas que constavam nos levantamentos anteriores, todas melhoraram suas colocações. A maior evolução foi registrada pela CPFL Energia. A companhia saltou 71 posições e passou da 705ª para a 634ª.

Outro destaque do ranking é que, pelo segundo ano, nenhuma empresa do mercado de TI figurou na lista das três maiores investidoras em P&D. Porém, duas companhias do setor tiveram altas de investimento acima da média, o que ajudou a elevar suas posições no ranking: Intel (27,3% a mais de investimento, passando da 11ª para a 8ª colocação) e Samsung (13,9% de incremento, subindo um degrau, para a 6ª colocação).

RESULTADO GLOBAL
Os investimentos em P&D das mil maiores empresas cresceram 9,6%, para US$ 603 bilhões. É o segundo ano consecutivo de crescimento, depois da estagnação ocasionada pela crise econômica mundial.

Os investimentos das empresas americanas cresceram 9,7% em 2011, pouco acima da média mundial (9,6%). Nações emergentes como China e Índia registraram o maior aumento em recursos para P&D no mundo no ano passado: 27,2%, somando US$ 16,3 bilhões. Deste total, a China respondeu por mais de 90%. O país tem mais de 40 empresas na lista das mais inovadoras.

Em 2011, a montadora japonesa Toyota assumiu a liderança da lista da Booz. Com um aumento de 16,5% em seus investimentos em P&D, a companhia chegou a quase US$ 10 bilhões em recursos aplicados, o que a fez passar da 6ª colocação para a primeira.

Na lista das dez companhias que mais investem em P&D no mundo, duas são do setor automotivo, quatro da área farmacêutica e quatro de tecnologia da informação.