TRANSPORTE

Cabify expande para Porto Alegre e BH

30/08/2016 16:16

Em São Paulo, a empresa cadastrou 25 mil motoristas interessados em atuar pelo app.

O Cabify quer expandir sua atuação no Brasil a partir de Porto Alegre e Belo Horizonte. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

O app de transporte Cabify, que conecta usuários a motoristas particulares, quer expandir sua atuação no Brasil a partir de operações em Porto Alegre e Belo Horizonte.

Em São Paulo, a empresa recebeu o cadastro de 25 mil motoristas interessados em atuar pelo app, enquanto no Rio de Janeiro foram 5 mil. Agora, a empresa está com o processo de cadastramento de motoristas abertos nas duas novas cidades. 

A empresa inicia a operação nas duas cidades oferecendo o Cabify Lite, modalidade que abriga veículos comuns e conta com equipe regional em cada uma das praças - similar ao Uber X.

“Nosso plano de expansão no Brasil é bastante agressivo. Iniciamos a nossa operação em São Paulo em junho e no Rio de Janeiro no início de agosto. Estamos recebendo parceiros agora em Porto Alegre e Belo Horizonte para niciar a operação nas duas cidades agora em setembro”, afirma Daniel Velazco-Bedoya, head de operações da Cabify no Brasil.

O serviço da Cabify poderá ser utilizado em Belo Horizonte e Porto Alegre tanto pelo aplicativo, que já está disponível nas versões iOS e Android, como diretamente pelo site.

A Cabify busca oferecer transporte em carros comuns, executivos, minivans de luxo e transporte privado aéreo. 

“Nossa premissa é prestar um serviço e fazer um atendimento da mais alta qualidade, e sabemos que o bom relacionamento com os nossos parceiros é essencial para que a relação entre motorista e passageiro funcione de forma eficiente. Por isso, um dos nossos diferenciais é baseado em valores fixos para o cálculo dos custos das viagens, o que torna ainda mais favorável o uso da nossa plataforma”, ressalta Bedoya. 

O modelo de valor cobrado pela corrida é o principal diferencial do Cabify em relação ao Uber. O preço de cada corrida pelo novo app é calculado apenas com base na distância que será percorrida, ignorando o tempo passado no trânsito. Por isso, o valor exato é informado ao cliente pelo aplicativo do Cabify antes da corrida. 

Por acrescentar uma taxa de acordo com o tempo da corrida, além da distância, o Uber apresenta antes do início do trajeto uma estimativa para o preço final. Os táxis também tem valor baseado em distância e tempo, além da tarifa-base. 

Assim como o Uber, que opera com duas modalidades de serviço (X e Black), a espanhola Cabify conta com as versões Lite e Executivo. 

Veja também

AUDIÊNCIA
Uber ganha Grenal contra taxis

Uber colocou quase o mesmo público que os taxistas na audiência.

PIONEIRA
São Paulo regulariza atuação do Uber

São Paulo foi a primeira cidade da América do Sul a regulamentar o aplicativo.

AEROPORTO
Uber: ponto informal no Santos Dumont

No espaço, os usuários podem acessar internet wifi, carregar o celular e aguardar o seu Uber chegar.

VIAGENS
Concur tem integração com Uber

A Concur foi adquirida pela SAP por US$ 8,3 milhões no final de 2014.

DISPUTA
Uber vende operação chinesa

O app de transporte mais usado na China, Didi Chuxing, vai adquirir o Uber no país.

ESTRATÉGIA
Vá de Táxi fica do lado dos taxistas

Já os apps Easy Táxi e 99Táxis lançarem novos serviços para motoristas no modelo do Uber.

ANTI UBER
99 Taxis e Easy negociam fusão

Apps de táxi querem conter a sangria nos negócios causada pela chegada ao Uber no Brasil.

CONTRATAÇÃO
Ex-Easy Taxi lidera vendas da Eventbrite

Michel Glezer acaba de assumir o cargo de diretor de vendas da Eventbrite.