DIELBOLD + WINCOR NIXDORF

Grupo quer combater crimes em ATMs

30/07/2014 16:00

Número de sistemas de caixas eletrônicos aumentará para 3,7 milhões até 2018.

Wincor Nixdorf terá associação com Diebold para soluções anti-crime. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

Com o objetivo de desenvolver soluções anti-crime para caixas eletrônicos, a Diebold e a Wincor Nixdorf fundarão uma associação do setor para melhorar a segurança dos equipamentos.

Por meio dessa associação, as empresas pretendem coletar informações sobre cenários potenciais e reconhecidos de ataque a caixas eletrônicos e compartilhá-las com grupos específicos do setor para desenvolver e implementar contramedidas globalmente. 

A participação está aberta a operadores institucionais (principalmente bancos e provedores de serviços de TI), fabricantes globais de caixas de autoatendimento e seus fornecedores.

De acordo com uma projeção feita pela empresa global de pesquisa setorial Retail Banking Research (RBR), o número de sistemas de caixas eletrônicos aumentará em todo o mundo para 3,7 milhões até 2018, em comparação ao número atual de cerca de 2,6 milhões. 

“A fraude em caixas eletrônicos é um desafio mundial e, com a expectativa de expansão do mercado e dos crimes relacionados à ATMs, chegou o momento de as organizações cujas operações comerciais dependem desses equipamentos tomarem medidas conjuntas em todo o mundo”, observou Eckard Heidloff, CEO da Wincor Nixdorf.

Com a associação, a Diebold e a Wincor Nixdorf buscam criar uma plataforma que não apenas compartilhe informações, mas também promova discussões interativas entre as instituições envolvidas do setor de caixas eletrônicos para garantir a segurança do consumidor final. 

Outros fabricantes mundiais de ATMs estão convidados a participar do grupo. A associação também pretende estabelecer regras para todo o setor na forma de normas técnicas acordadas para proteger os caixas eletrônicos e seus componentes. 

O grupo será implementada nos termos da lei da Holanda e oferecerá a seus membros um registro protegido e garantido de informações detalhadas sobre cenários de ataque reconhecidos e possíveis ameaças, juntamente com recomendações do setor sobre como os membros podem prevenir e lidar com quaisquer desses ataques.

“Esse anúncio representa o primeiro passo em um esforço de todo o setor para ajudar a garantir que os caixas eletrônicos continuem sendo uma opção segura para os clientes realizarem qualquer transação financeira”, disse Andy W. Mattes, presidente e CEO da Diebold. 

A Diebold tem aproximadamente 16 mil funcionários em todo o mundo, e sua sede está localizada nas proximidades de Canton, Ohio.

A Wincor Nixdorf está presente em mais de 130 países, com suas próprias subsidiárias em 42 destes. Cerca de 9 milfuncionários trabalham no grupo.

Veja também

BANCOS E VAREJO
Wincor Nixdorf: alemães miram Brasil

Após instalar fábrica de ATMs em Atibaia, empresa projeta criação de rede de parceiros no país.

NOVOS EQUIPAMENTOS
Caixa compra 6,5 mil ATMs da Diebold

Máquinas serão usadas em agências novas e substituirão caixas com mais de sete anos.

DIEBOLD
Caixa: software livre avança

Sistema open source desenvolvido pela Diebold avança no banco estatal.

CONTAGEM REGRESSIVA
Morte do Windows XP afetará 95% dos ATMs

Bancos estão se adequando ao fim do suporte da MS ao sistema XP, no dia 4 de abril.

AUMENTO DE 2,5%
Bancos investem R$ 20,6 bi em TI em 2013

O valor representou uma alta de 2,5% em relação a 2012 e o setor passou a responder por 17% dos gastos totais em TI no país.

NOTAS FALSAS
ATMs recicladores chegam ao Brasil

Máquinas reduzem o custo dos bancos com o transporte de valores entre 40% e 50%.

CRIPTOMOEDA
Coinverse: ATM de Bitcoin no Brasil

Startup de bitcoins quer usar plataforma física para popularizar o uso da criptomoeda no país.