Tamanho da fonte: -A+A

O Ministério da Saúde e o Facebook lançam nesta segunda-feira, 30, uma nova funcionalidade para que os usuários expressarem seu desejo de ser um doador de órgãos.

Para declarar-se doador, o cadastrado deve ir até a sua linha do tempo clicar em “Evento Cotidiano” e selecionar em “Saúde e bem-estar” o item “Doador de órgãos”.

Assim, o usuário publica em sua página que declara-se como um doador.

Conforme o Ministério da Saúde, a funcionalidade tem a missão de agregar e cadastrar possíveis doadores entre os mais de 37 milhões de usuários do Facebook no país.

“Temos que usar as redes sociais para mobilizar e engajar pessoas que apoiam a causa. Precisamos fazer com que esta ideia seja multiplicada e alcance o maior número de pessoas”, afirmou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

Em 2011, o Brasil bateu recorde ao registrar mais de 2,2 mil doadores de órgãos. Para divulgar suas ações, o Ministério da Saúde utiliza as redes sociais frequentemente desde 2009.

O Facebook já havia lançado uma funcionalidade semelhante nos Estados Unidos no ano passado.

“Acreditamos que por simplesmente dizer às pessoas que você é um doador de órgãos daremos um importante passo na conscientização a respeito desta causa tão importante”, analisou Alexandre Hohagen, Vice-Presidente do Facebook para a América Latina.