Matthew Gharegozlou, diretor regional da Progress para a América Latina e Caribe. Foto: Divulgação.

A Progress firmou uma aliança com a Fast Lane, empresa de treinamento em tecnologia da informação e telecomunicações. A empresa passará a executar integralmente as políticas de educação profissional da Progress em toda a América Latina e Caribe.

O objetivo do acordo é maximizar a disseminação da plataformas da Progress e atender  o crescimento da demanda de pessoal habilitado e certificado em suas tecnologias na região. 

A Fast Lane está presente em 65 países no mundo e dispõe de instalações e laboratórios de treinamento em 14 países da América Latina. 

Atualmente, a empresa oferece cerca de quatro mil cursos anuais mundialmente, dos quais 470 são realizados na América Latina para profissionais de TI em todos os níveis de proficiência. 

Entre as empresas mundiais que mantém parcerias semelhantes com a Fast Lane estão Cisco, SAP, Microsoft e WMware .

Ao longo dos últimos meses, a Progress vem procurando uma nova estratégia de negócios, com o objetivo de tornar-se líder global em tecnologias para a computação na nuvem e para nichos de negócios emergentes, como o de Big Data, emprego intensivo de aplicações móveis, virtualização, desenvolvimento ágil e computação embarcada.

Como parte do redirecionamento, a Progress refinou seu portfolio e sua maneira de atuar, com uma proximidade maior com sua base de clientes diretos, em função das novas tecnologias envolvidas.

"Apesar de vários programas educativos, que já havíamos consolidado, como o Progress Education Center, nossa nova estratégia de negócios passou a exigir uma estrutura flexível, abrangente e multilingual", afirma Matthew Gharegozlou, diretor regional da Progress para a América Latina e Caribe.

Na visão de Ricardo Matsui, Country Manager da Fast Lane, a demanda por educação tecnológica é hoje uma das bases da estratégia de competição das empresas que usam TI e, mais ainda, daquelas que vivem desse mercado. 

"As operações e produtos são cada vez mais complexos e as oportunidades cada vez mais dinâmicas, o que favorece enormemente as empresas com cultura técnica mais sólida", comenta Matsui.

Os treinamentos poderão ocorrer no modelo presencial ou híbrido, com parte das atividades sendo realizadas por meios remotos. 

A Fast Lane oferecerá também programas de certificação nas tecnologias Progress e dará capacitação não só para profissionais de TI, mas também para equipes dedicadas a atividades de marketing e vendas, além de transferir competência para as equipes de clientes.

Com 33 anos de mercado, a Progress tem tecnologia empregada em mais de 140 mil empresas, distribuídas em 175 países. A empresa mantém estreita colaboração com mais de 2 mil parceiros de aplicações, entre desenvolvedores terceirizados e fornecedores de soluções com tecnologia Progress incorporada.

No final de 2013, a multinacional fez uma reorganização mundial dos seus negócios, com consequências no Brasil, um dos mercados destaque da empresa no mundo.

A companhia nomeou Marcos Primo como country manager, substituindo Edenize Maron, que em agosto de 2013 foi para a Software AG, após pouco mais de um ano de casa.

A empresa também trocou de CEO nos Estados Unidos, cortou 20% da equipe e começou um programa de recompra de ações, num esforço para melhorar os resultados.