MOVIMENTO

Castelucci, ex-HPE, é VP na Sonda

29/11/2018 12:17

Segue o processo de consolidação do negócio da Sonda no Brasil.

Fabio Castelucci.

Tamanho da fonte: -A+A

Fabio Castelucci, ex-diretor sênior de Finanças para América Latina da HPE, é o novo vice-presidente de Finanças da Sonda no Brasil.

O executivo reúne mais de 20 anos de experiência, sendo os últimos 15 anos na HPE, na qual entrou quando a então HP adquiriu a EDS.

Com a contratação de Castelucci, David Ramirez, que até então atuava como CFO, assume a vice-presidência de Controles Internos, Gestão de Riscos e Auditoria.

“Este movimento é mais uma ação de nosso plano estratégico, que visa unificar a gestão do Grupo Sonda e contribuir para o sólido crescimento dos negócios no País”, explica Affonso Nina, CEO da companhia no Brasil.

Consolidação da integração das aquisições realizadas pela Sonda no Brasil nos últimos anos é a palavra de ordem de Nina, que assumiu o cargo em outubro de 2017 e tem ele mesmo uma passagem pela área financeira da HPE, também vindo da EDS.

A maneira de fazer isso é consolidar o comando e chamar muitos executivos de fora. Em maio, Nina passou a comandar diretamente as atividades da CTIS e da Sonda TI.

A CTIS é resultado de uma aquisição da Sonda em 2014, por um valor inicial de R$ 400 milhões, mais R$ 85 milhões condicionados ao período 2014-2018. 

A Sonda TI é ela mesma uma incorporação de diferentes empresas, reunindo sob seu guarda chuva diversas aquisições feitas pela chilena Sonda no país desde 2007, incluindo nomes como  Procwork, Kaizen e Telsinc.

Essas marcas saíram de circulação e passaram a ser tratadas como verticais de negócios da Sonda TI, que passou a se vender como uma integradora com tecnologias de SAP, virtualização, cloud computing, armazenamento, segurança e telecomunicações.

Com a nova organização, a Sonda TI passa atender exclusivamente o mercado privado e a CTIS a área pública no qual a companhia obteve 90% de uma receita líquida de R$ 837 milhões em 2013. 

A Sonda vem também contratando novos VPs nos últimos meses. 

Leo Marroig, ex-gerente geral da fabricante chinesa de smartphones Xiaomi, ficou com o cargo de vice-presidente de Business Operations & Improvement da Sonda.

Caio Silva, ex-líder de vendas de AMS da IBM, assumiu a vice-presidência de Aplicativos, área responsável pelas tradicionais soluções fiscais e de comércio exterior, assim como pelas aplicações de parceiros, como SAP e SAS.  Silva tem passagens por Accenture, EDS e T-Systems.

Tim Cardoso, ex-líder de indústrias na HPE, foi contratado como vice-presidente de Inovação e Gestão de Clientes, tendo como meta reunir todas as iniciativas de inovação da Sonda para ajudar as empresas na construção de seu caminho rumo à transformação digital.

Helcio Beninatto, ex-VP e gerente geral da Unisys para América Latina, assumiu a vice-presidência de vendas privadas da Sonda no Brasil.

Veja também

VAREJO
Bortolanza, ex-Level, está na Star-It

A Star-It já entregou cerca de 40 projetos de SAP Retail.

EXCLUSIVO
Borba, ex-Sonda IT, assume Softline

Borba deixou a Sonda IT em dezembro de 2017, depois de quase 10 anos de empresa.

OPERAÇÕES
Marroig, ex-Xiaomi, é VP na Sonda

A nova vice-presidência abrange todas as empresas da Sonda, como Sonda IT, CTIS, Sonda Ativas e PARS.

CADEIRAS
Beninatto, ex-Unisys, é VP na Sonda

Helcio Beninatto é o novo VP de vendas privadas da Sonda no Brasil.

CERTIFICAÇÃO
Sonda: data center em BH recebe ISO 27001

O local abriga a subsidiária Sonda Ativas.

GESTÃO
Nina concentra poder na Sonda

O executivo passou a comandar diretamente as atividades da CTIS e da Sonda TI.

CONTRATAÇÃO
KPIT tem novo gerente na AL

Genivaldo Silva estava na Sonda IT.

CONTRATAÇÃO
Nap IT tem novo engenheiro de redes

Alexsandro Reimann tem passagens por empresas como Telsinc, Sonda e Netsul.