Marcelo Castro, sócio da i2GO. Foto: Divulgação.

A i2GO, importadora de cabos, fones e baterias externas para dispositivos eletrônicos, migrou sua gestão para o sistema WinThor, da PC Sistemas.

“Desde o início da empresa, em 2012, contávamos com um software de gestão, mas não tínhamos relatórios claros e o sistema travava demais, fora o volume de retrabalho que tínhamos. A principal motivação para a troca do sistema foi a necessidade de ter um controle financeiro mais afinado, conta Marcelo Castro, sócio da i2GO.

Criada em 2012 por sócios baseados no Brasil e nos Estados unidos, a marca de acessórios hoje está presente também no México, Peru, Chile e América Central. 

“A PC se encaixou nas nossas expectativas, especialmente por ser focada no nosso segmento, o de distribuição. Hoje, o sistema nos dá suporte tanto na importação de nossos produtos quanto na venda para o consumidor final, distribuidoras e revendedores”, explica Castro.

Por trabalhar com diferentes margens e valores, devido ao diversificado perfil de clientes, além de contar com um centro de distribuição terceirizado, a i2GO identificou que a inconsistência de informações era o problema principal a ser eliminado com a nova ferramenta. 

A solução veio com o fim de registros manuais, que passaram a ser automatizados pelo sistema, e com a criação de perfis travados para cada cliente, ou seja, sempre com as mesmas características, como preços e margens para venda e faturamento.

“Antes a nossa percepção era que estávamos andando em círculos. Agora, além de eliminarmos a possibilidade de erro humano, com informações integradas, evitamos que aconteça, por exemplo, o faturamento de produtos que não temos em estoque no armazém, que é terceirizado”, destaca Castro.

No ano passado, o faturamento da empresa dobrou, passando de 6 milhões para R$ 12 milhões. Em 2016, a meta da i2GO é faturar R$ 20 milhões.

Há 29 anos no mercado, a PC Sistemas atua no desenvolvimento de softwares de gestão integrada (ERP) que atendem a toda a cadeia de abastecimento. Presente em mais de 6 mil PDVs, a empresa possui também ferramentas e soluções especializadas nas demandas atuais do varejo. 

Com mais de 4,9 mil clientes e 53 mil usuários, desde 2013 a PC faz parte do Grupo Totvs, que comprou a companhia por R$ 80 milhões, mais R$ 15 milhões relacionados ao cumprimento de metas.