Paul Hooper, diretor executivo da Gigamon. Foto: Divulgação.

A Gigamon, multinacional norte-americana de soluções de visibilidade de tráfego, registrou receita de US$ 222 milhões no ano passado, crescimento de 41% em relação a 2014.

O último trimestre de 2015 teve receita de US$ 67 milhões, 31% maior do que o mesmo período de 2014. 

A empresa obteve ampliação da margem de lucro bruta nas vendas de suas soluções, chegando a 79% na média anual, três pontos percentuais a mais do que no ano anterior.

Com capital aberto na Bolsa de Valores de New York, a Gigamon anunciou o início das operações na América Latina no final de setembro passado, com escritórios regionais no Brasil (São Paulo) e no México, além de presença nos mercados da Colômbia, Peru, Chile e Argentina. 

Hoje, mais de 20 empresas no Brasil, entre bancos, seguradoras, indústrias e provedoras de serviços de telefonia, são clientes da companhia.

Além disso, a companhia saltou de dois para 13 canais no Brasil em três meses.

A rede conta com as revendas e integradoras Vert, Servix, Cylk IT Solutions, IPTrust, L8 Networks, Comdados, Arsitec, ISH, Black IT, Cipher, Black Bull, Elosoft e BT3. A meta é trabalhar 100% por revendas e integradoras. 

"O ano de 2015 foi muito positivo para a Gigamon. Nós expandimos nossa receita em mais de 40%, ampliamos nossas margens e aumentamos significativamente nossa reserva de caixa para mais de US$ 200 milhões", declara Paul Hooper, diretor executivo da Gigamon.