Coprel atende o interior do Rio Grande do Sul. Foto: Coprel.

Tamanho da fonte: -A+A

A Coprel, uma cooperativa de distribuição de energia atuante no norte do Rio Grande do Sul, decidiu atualizar seus sistemas com um pacote de soluções da Sonda.

O projeto incluiu o sistema de gestão comercial, faturamento, gestão de compra e venda de energia, software de obrigações fiscais e gestão de ativos, esses dois últimos também usados pela área de telecomunicações da Coprel.

Toda a implementação durou 18 meses e foi feita parcialmente de maneira remota, o que, de acordo com a Sonda, deixou o projeto 16% mais barato ao eliminar custos de deslocamento. 

Fazer o projeto localmente daria trabalho: a Coprel é sediada em Ibirubá, um município de 20 mil habitantes a quase 300 km de Porto Alegre. A área de cobertura inclui 72 municípios e 53 mil famílias.

“Passamos a contar com um modelo de gestão robusto e flexível, que é capaz de atender todas as demandas de uma instituição que cresce de forma rápida. O projeto foi complexo, mas nos possibilitou diversas melhorias”, explica o facilitador da Coprel, Herton Naressi Azzolin. 

A partir de agosto, a Sonda começou a dar sustentação aos sistemas, em um contrato de  10 anos.

Os softwares especialistas para a área de energia são oriundos do portfólio da Elucid, uma companhia focada na área adquirida pela Sonda ainda em 2012.

Na época, a Elucid era líder de mercado, com um faturamento de R$ 123 milhões, 60 clientes, um grupo que incluía 25% das distribuidoras de energia elétrica do Brasil e cobria 35% do território nacional.

A Elucid deixou de existir em 2016, se convertendo na área de utilities baseado em Barueri, na região metropolitana de São Paulo, onde os produtos seguem sendo desenvolvidos.

Desde a compra da Elucid, no entanto, muita coisa mudou no mercado de sistemas de gestão no setor elétrico no Brasil, hoje dominado pela SAP.

De acordo com a multinacional alemã,  mais de 80% de mercado das empresas de utilities no Brasil é cliente SAP. 

A lista inclui o Grupo CPFL, o maior player do setor no Brasil, controlador da RGE, além de clientes como Copel, Cemig, Light, Itaipu, Eletronorte e Furnas.

A Sonda, inclusive, tem projetos na área e uma divisão de utilities.