Maldi é o novo country manager da Extreme Networks.

Marcelo Pizzotti Maldi acaba de assumir a posição de country manager da subsidiária da Extreme Networks no Brasil.

O executivo está há oito anos na companhia, onde desempenhou diversas funções ligadas às áreas de projetos, pré-vendas e consultoria de sistemas.

Há cerca de um ano, no entanto, o executivo passou a responder por parte das atividades típicas de direção comercial e técnica, passando a se reportar diretamente ao Diretor Geral para a America Latina, Carlos Perea.

No período, a empresa chegou a um crescimento da ordem de 30% nas receitas totais de seu último ano fiscal 2012, cujo exercício fiscal encerrou-se em julho passado.

“Os grandes movimentos do governo para a massificação da banda larga também abrem chances enormes para alavancar a nossa area.”, assinala Maldi.

De acordo com o diretor regional, Carlos Perea, a nomeação de Marcelo Maldi completa o ciclo de reestruturação da subsidiária brasileira.

O cargo de country manager teve rotatividade nos últimos tempos, tendo sido ocupado por dois anos por Antonio Candal (ex-HP). Candal sucedeu Leonardo Bon que deixou o posto em 2010 para assumir a presidência no Brasil da Proofpoint.

Parte das novidades para o país incluem a construção de uma fábrica brasileira, possivelmente no Rio de Janeiro, com um investimento de US$ 10 milhões até 2013.