TELEMEDICINA

SulAmérica: receitas médicas com Memed

28/07/2021 13:27

A Docway, controlada pela mesma companhia, também está usando a plataforma.

Hoje, a SulAmérica é uma das empresas que mais usam a plataforma. Foto: divulgação

Tamanho da fonte: -A+A

A SulAmérica, uma das maiores seguradoras de saúde do país, e a Docway, plataforma de telemedicina e pronto atendimento digital controlada pela mesma companhia, adotaram a solução da Memed, healthtech especializada em receitas médicas digitais.

Logo após a regulamentação da telemedicina no Brasil em caráter excepcional, em 2020, os clientes da seguradora tiveram novas possibilidades de atendimento e a companhia procurou a Memed para o suporte de suas prescrições digitais. 

"As tratativas foram rápidas e, em menos de um mês, finalizamos o projeto. Em abril, a SulAmérica e a Docway já tinham implementado a plataforma nas duas frentes de atendimento", explica Vanessa Liebl, gerente de parcerias da Memed.

A plataforma foi totalmente integrada aos sistemas Salesforce Health Cloud, ao Docway e ao app SulAmérica Saúde, utilizado para agendamento de consultas de diversas especialidades com os médicos credenciados na rede.

Assim, 100% das prescrições realizadas nas companhias por meio de telemedicina passaram a ser emitidas a partir da plataforma, que também permite a prescrição de atestados médicos, pedidos de exame e elaboração de relatórios médicos com certificação digital.

Segundo a SulAmérica, o intuito é oferecer uma experiência cada vez mais eficiente e moderna ao paciente, além de acelerar o processo de atendimento e ampliar os canais de suporte médico da seguradora.

"O paciente é atendido na hora ou em seu melhor momento, sem necessidade de se deslocar até um pronto socorro quando não houver urgência e sem o risco de exposição e contaminação, recebendo, em questão de minutos, a receita em seu aparelho celular", explica Alexandre Putini, diretor de inovação, transformação digital e advanced analytics da SulAmérica.

Criada em 2012, a Memed desenvolveu uma plataforma que se conecta aos prontuários eletrônicos por meio de uma API, dando aos médicos acesso a uma base de dados com milhares de medicamentos e exames diferentes.

Quando vai prescrever um remédio, o profissional entra na plataforma, escolhe o medicamento e a dosagem, e envia a prescrição diretamente para o celular do paciente. Na hora de comprar o remédio, o paciente mostra apenas um QR Code na farmácia.

Com 120 mil médicos cadastrados e mais de 250 empresas e instituições de saúde parceiras, a plataforma conecta as receitas médicas digitais a qualquer farmácia ou drogaria do país.

Hoje, a SulAmérica é uma das empresas que mais emitem prescrições pela plataforma, com mais de 300 mil pacientes. Após o início da utilização, a seguradora notou um crescimento com relação à avaliação do atendimento médico no seu Net Promoter Score (NPS).

De 2019 a 2020, o NPS das consultas via telemedicina dos plantonistas e médicos ainda em modelo presencial era de 85. De agosto de 2020 até o final de abril de 2021, o índice subiu para 87.

Mais de 320 mil beneficiários da seguradora realizaram teleconsultas nos últimos 12 meses, quando foram obtidas mais de 135 mil avaliações. 

"Atualmente, cerca de 91% dos nossos pacientes solucionam seus problemas de saúde na teleconsulta da Docway. Em alguns períodos, essa porcentagem pode chegar a 95%”, conta Fábio Tiepolo, CEO da Docway. 

Fundada em 2015, a Docway conecta mais de 5 mil médicos a pacientes com serviço disponível 24 horas por dia, sete dias por semana, para atendimentos de casos de baixa complexidade. Em 2020, a startup alcançou a marca de 10 milhões de vidas cobertas.

Com mais de 125 anos de atuação, a SulAmérica tem mais de 7 milhões de clientes por meio de produtos e serviços de saúde, odonto, vida, previdência e investimentos. A empresa detém 85% de participação na Docway e, em 2019, registrou receitas operacionais de R$ 20 bilhões.

Veja também

HEALTHTECH
Nexodata levanta R$ 35 milhões

Com rodada série A, a empresa planeja realizar ampliações e lançar um marketplace.

SAÚDE
Memed recebe aporte de R$ 300 milhões

A DNA Capital criou um fundo dedicado à healthtech especializada em receitas médicas.

CAPITALIZADA
Afya compra Shosp por R$ 7,77 milhões

Depois de aporte do Softbank, esta é quinta aquisição do grupo em 2021.

INVESTIMENTO
Assina Saúde recebe aporte de R$ 8 milhões

Com sua primeira rodada de investimentos, a empresa planeja ampliar o time e investir em inteligência artificial.

SAÚDE
Fundadores da Accera apostam em healthtech

Darvyn é uma startup com foco em atender demandas de saúde e bem-estar masculinas.

CONTRATAÇÃO
Conexa Saúde anuncia novo CFO

Com experiência anterior no cargo, Humberto Machado irá ajudar a companhia a se consolidar como maior player de saúde digital no país.