A Dell terá uma expansão das soluções fabricadas no Brasil. Foto: flickr.com/quinnanya

A Dell terá uma expansão das soluções fabricadas no Brasil com o início da produção local do appliance hiperconvergente Dell XC com Nutanix. 

A linha consolida processamento e armazenamento em uma mesma plataforma, fornecendo uma solução de nível empresarial para ambientes virtualizados. 

Os appliances hiperconvergentes Dell XC produzidos no Brasil (Dell XC 630 e Dell XC 730xd) combinam a 13ª geração de servidores Dell PowerEdge com o software Nutanix Web Scale, atendendo implementações de VDI, virtualização de servidores, ambientes de nuvem privada e outras aplicações virtuais.  

A empresa afirma que o equipamento pode ser integrado a qualquer data center em menos de 30 minutos e é compatível com muitas cargas de trabalho virtualizadas, incluindo aplicativos de banco de dados Microsoft Exchange, SQL Server, Oracle e SAP, virtualização de desktop, big data e implantações de cloud computing privada. 

“Com a produção da linha Dell XC com Nutanix no Brasil queremos acelerar, ainda mais, nossa oferta de soluções convergentes que atendam às necessidades atuais e futuras dos data centers, por meio de tecnologias abertas, escaláveis e com gerenciamento simplificado”, pontua João Bortone, diretor de produtos e soluções empresariais da Dell para América Latina.

Em maio, a Dell iniciou a produção de soluções de armazenamento de dados no Brasil, fabricando na unidade de Hortolândia as controladoras SC9000 e os gabinetes de expansão SC400 e SC420.

A produção local coloca os produtos dentro da Lei da Informática. Instituída em 1991, a lei isenta 80% do IPI para empresas das regiões Sul e Sudeste, e 95% para as demais regiões, em troca de uma exigência mínima de fabricação nacional e investimentos em P&D de 4% do faturamento líquido das empresas, e 4,35%, respectivamente.