Luiz Alexandre Castanha.

A Telefônica Learning Services (TLS), braço de educação do Grupo Telefônica, quer aumentar sua presença no Brasil a partir de ofertas integradas de ensino e conectividade em parceria com a Vivo, sua empresa parente no país.

No Brasil há pouco mais de um ano, a TLS oferece pacotes integrados de ensino e treinamento, oferecendo conectividade para educação a distância e logística para cursos presenciais.

Ao aliar serviços com a Vivo, a empresa espera criar ofertas integradas de serviço de ensino com aparelhos de fabricantes parceiras da operadora de telefonia, casando pacotes da TLS com a venda de tablets ou smartphones otimizados para educação.

"Estamos ainda em negociação com fabricantes para formatarmos estas ofertas, que podem variar de acordo com demanda e segmento de interesse", afirmou o diretor da TLS, Luiz Alexandre Castanha.

Além disso, a companhia está em busca de parceiros de conteúdo no país, um esforço para se tornar uma empresa de educação online de ponta-a-ponta, oferecendo conectividade (trabalho da operadora), a plataforma (campo de empresas como Blackboard e Moodle) e aplicações.

"Muitas empresas ou universidades acabam fazendo seus programas de educação com dois ou três fornecedores diferentes, com uma separação entre a metodologia e a tecnologia. Queremos simplificar isso", disparou Castanha.

Os esforços no Brasil fazem parte de um plano de expansão da marca na América Latina, onde a TLS conta também com escritórios na Colômbia, Peru e Chile, com um total de 300 clientes, 4 milhões de alunos e fábrica de conteúdos com mais de 30 mil horas/ano de treinamentos on-line produzidas.

Segundo o diretor da TLS, a companhia não divulga números de metas de crescimento para o Brasil, mas afirma que o plano é levar serviços a segmentos variados, tais como corporações, universidades e governos.

Conforme destaca o executivo, a plataforma de ensino integra características de um Learning Management System com ferramentas de aprendizagem social, multiidioma, personalizável e com gerenciamento de formação presencial e on-line. Os projetos são desenvolvidos sob medida, com soluções e pacotes personalizados. 

“Os cursos podem ser mistos, com conteúdos presenciais e à distância, dependendo do objetivo de aprendizagem e do design instrucional indicado”, frisa Castanha. 

Com essa apresentação, Castanha aposta em grandes companhias, com presença espalhada pelo território nacional e que tem demandas de ensino padronizado on-line para otimizar seus treinamentos. 

Para mostrar a expertise da empresa, que já tem 15 anos de mercado na Europa, a experiência no Brasil foi feita dentro de casa.

"Para iniciar no Brasil, empregamos nossa metodologia de ensino dentro da própria Vivo, onde treinamos mais de 100 mil funcionários no ano passado", afirmou Castanha ao falar sobre o tamanho dos projetos que a companhia espera para o país.

Para suportar a demanda esperada, a TLS já conta com cerca de 200 funcionários espalhados por cidades como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Recife, num total de 10 capitais. 

“Estamos capacitados para, por exemplo, formar rapidamente uma força de vendas em qualquer lugar do país, realizando projetos de grande complexidade e alto volume”, afirma Castanha.