Renata Vasconcellos e Tadeu Schmidt. Foto: Reprodução

No último domingo, o dominical Fantástico mostrou oficialmente as transformações em seu formato, apresentação e layout. A repaginação, apesar de muito tecnológica, pareceu não cativar suficientemente a audiência para elevar sua pontuação no Ibope.

Segundo o site Notícias da TV, do UOL, o programa bateu 20 pontos de média total, durante sua exibição, no Ibope.

Além disso, sofreu apuros para se manter na liderança da audiência, quando, às 22h24, a Record marcava 12,7 pontos e a Globo alcançava 13,3 na medição preliminar da Grande SP. Pelos critérios de arredondamento do Ibope, deu empate.

Apresentado por Renata Vasconcellos e Tadeu Schmidt, o programa conta com um novo espaço de 500 metros quadrados com estúdio e redação integrados, além de uma tela de 25 metros quadrados, telão touchscreen, realidade virtual interagindo com os apresentadores, além de um robô de telepresença que fará parte integralmente da redação.

O telão touchscreen e outras tecnologias permitem conectar correspondentes em qualquer parte do mundo.  As gruas e câmeras traqueadas possibilitam a inclusão de objetos virtuais no cenário.

O modelo do robô de telepresença apresentado no dominical tem proximidade com o modelo Double Robot da Grand Street. O aparato, que conta com 1,5 metro de altura, permite que o usuário controle os movimentos e veja o que está ocorrendo nos ambientes, tudo pelo iPad.  Em 2013, um Double Robot saía por US$ 2.500.

Além disso, durante a programação, o público pode interagir com o conteúdo transmitido, escolhendo qual o melhor emoticon define a matéria no ar.

Para alguns sites de notícia, e repaginação do programa chegou próximo a uma junção de outros programas, como Encontro com Fátima, Mais Você (com fantoches de cavalinhos, no futebol), contendo “sofá da Hebe”, robô do Sheldon da série The Big Bang Theory e até trilha de The Office, satirizam algum deles.

VAZAMENTO

Quase tudo o que foi apresentado no último domingo foi revelado anteriormente por intermédio do canal Absurda TV, hospedado no serviço de streaming Justin TV. Na época, o canal transmitiu integralmente, durante 40 minutos, conteúdos que foram mostrados agora, como a entrevista com Luiz Felipe Scolari.  

As imagens teriam sido capturadas durante envio do material da sede da Globo, no Rio, para afiliadas de várias regiões do país.

Em nota, a Globo alegou que o material foi furtado e fazia parte de "uma colagem de vários ensaios de dias diferentes" do novo formato.

Além disso, a empresa ressaltou que o vazamento poderá levar a consequências legais.

"O que está sendo chamado de piloto é uma colagem de vários ensaios de dias diferentes. E o que está sendo chamado de vazamento é um crime de furto de conteúdo protegido, com todas as suas consequências legais para quem divulga ou vier a divulgar" completa o comunicado.

Segundo o Canal Na Telinha, quem divulgou as imagens foi um funcionário interno da empresa, enquanto eles apenas retransmitiram a veiculação.

Em geral, o fato é que a Globo priorizou o fortalecimento do Fantástico como "programa conceito" para que ele seja o carro-chefe das comemorações dos 50 anos da emissora, em 2015.