As companhias aéreas brasileiras vão adicionar 490 novos voos de São Paulo para 21 outros estados. Foto: Pexels.

A GOL terá seis novos destinos em sua malha doméstica a partir do segundo semestre. As cidades de Cascavel (Paraná), Passo Fundo (Rio Grande do Sul), Vitória da Conquista (Bahia) e Sinop (Mato Grosso), além de Franca e Barretos (São Paulo), passarão a ter operações diretas para a capital paulista. 

As seis bases novas fazem parte do plano de incremento de voos para o Estado de São Paulo, estabelecido como contrapartida à redução da alíquota do ICMS no querosene de aviação.

"É uma satisfação para a GOL anunciar voos regulares para estes novos destinos com os nossos modernos jatos Boeing 737, que oferecem wi-fi e TV ao vivo. A iniciativa adotada pelo Governo do Estado de São Paulo é fundamental para o desenvolvimento e estímulo do setor aéreo no país", destaca Paulo Kakinoff, presidente da GOL.

Em São Paulo, os novos voos serão concentrados no aeroporto internacional de Guarulhos.

Com o início previsto para mês de agosto, Cascavel, Vitória da Conquista e Passo Fundo terão duas operações diretas e diárias cada. Já Sinop terá um voo todos os dias a partir de novembro. 

No total, em Guarulhos serão 14 novas operações diárias e 42 destinos domésticos atendidos. 

Além disso, o plano de expansão em São Paulo contempla a abertura de operações regulares da companhia nos aeroportos de Barretos e Franca, interior do Estado. 

Em fevereiro, foi definido que as companhias aéreas brasileiras vão adicionar 490 novos voos de São Paulo para 21 outros estados como contrapartida da redução da alíquota do ICMS sobre o combustível da aviação (QAV) de 25% para 12% em SP.

O anúncio foi feito no início do mês por João Dória, governador de SP; Aluizer Malab, secretário nacional de desenvolvimento e competitividade do turismo do MTur e por representantes das companhias aéreas Latam, Gol, Azul e Avianca.